São Paulo tem madrugada mais fria em três anos

Capital paulista registrou 6,5°C

Por Agência Brasil

São Paulo registra menor temperatura em três anos
São Paulo registra menor temperatura em três anos -
São Paulo - A temperatura mínima na capital paulista, durante a madrugada deste domingo, chegou oficialmente a 6,5°C, a menor registrada em três anos, de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Para um mês de julho, essa também foi a menor temperatura em seis anos.
Neste sábado, três pessoas em situação de rua morreram e a causa pode ter sido o frio

Em algumas regiões, como na zona sul, na região do Ipiranga, a temperatura foi ainda menor, de 4,8°C. No aeroporto de Congonhas, os termômetros chegaram a 6°C e, no aeroporto de Guarulhos, a temperatura mínima foi de 4°C.

No interior do estado, a forte massa de ar frio e seco de origem polar foi responsável pelo frio intenso. A cidade de Campos do Jordão registrou -1,2°C, Pradópolis marcou 1,1°C e Ituverava registrou 1,2°C. Houve formação de geada na região norte do estado.

A tendência é que as temperaturas continuem baixas na maioria das regiões paulistas. A circulação marítima traz o vento de sudeste, que aumenta a chance de formação de névoa úmida e nevoeiros entre o sul e leste do estado, incluindo a capital paulista. A temperatura mínima deve chegar aos 7°C, em média, no início da próxima semana, na cidade de São Paulo.

Força-tarefa
O governo estadual informou que criou uma força tarefa para a distribuição de cobertores, colchões, roupas e água para pessoas em situação de rua que sofrem com o frio. Serão distribuídos agasalhos e cobertores nas regiões central, Jabaquara, Bresser e na zona norte. No total, serão mais de 5 mil peças oferecidas, arrecadadas na Campanha do Agasalho.

As unidades da Polícia Militar, além disso, foram orientadas a conduzir as pessoas que estiverem em vulnerabilidade, por consequências do frio, aos abrigos públicos. Equipes da Defesa Civil também vão realizar abordagens.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários