Onyx fará reuniões separadas com governadores da Amazônia Legal

Governo sinalizou que pretende enviar ao Congresso propostas para alterar a legislação sobre exploração econômica em áreas demarcadas da região

Por ESTADÃO CONTEÚDO

Onyx Lorenzoni
Onyx Lorenzoni -
Brasília - O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, ficou responsável por conversar com governadores da Amazônia Legal sobre propostas levantadas na reunião desta terça-feira, entre eles e o presidente Jair Bolsonaro.

A informação foi dada pelo governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), após a reunião. A assessoria de Onyx disse que não há cronograma definido para as conversas. O governo sinalizou que pretende enviar ao Congresso propostas para alterar a legislação sobre exploração econômica em áreas demarcadas da região.


A ideia é que o ministro da Casa Civil faça reuniões separadas com governadores da ala leste e oeste da Amazônia Legal. A divisão seria por causa dos comandos militares que atuam na região (da Amazônia e o do Norte), explicou o governador do Amapá, Waldez Góes (PDT), que preside o Fórum de Governadores da Amazônia em 2019.

Convocada para tratar de incêndios na região, a reunião desta terça-feira virou palco para Bolsonaro criticar demarcação de terras indígenas e políticas ambientais de governos passados.

Comentários