Síndico é baleado e morre após briga por vaga em garagem de condomínio

Guarda Municipal teria atirado acidentalmente contra Paulo Vicente Vilhena Duarte, de 56 anos

Por O Dia

Síndico foi baleado durante discussão por vaga de carro em garagem de condomínio
Síndico foi baleado durante discussão por vaga de carro em garagem de condomínio -
São Paulo - Um síndico morreu após ser baleado durante uma discussão por uma vaga de garagem em Osasco, na Grande São Paulo. De acordo com a Folha de São Paulo, Paulo Vicente Vilhena Duarte, de 56 anos, teve o óbito constatado por volta de 0h05 desta terça-feira, depois de passar por uma cirurgia no intestino. Paulo brigou com um guarda municipal que estava de folga e teria disparado acidentalmente contra o síndico.
À Polícia Civil, o guarda relatou que o síndico teria tentado pegar a sua arma durante a discussão, que aconteceu na noite de segunda-feira, e ela teria "disparado acidentalmente". A bala ficou alojada no abdômen de Paulo e ele foi submetido a uma cirurgia no intestino delgado, mas não resistiu.
Segundo a Prefeitura de Osasco, o guarda municipal foi afastado das ruas e vai realizar apenas serviços administrativos até o final das investigações da Polícia Civil. Ele também foi indiciado por homicídio culposo, quando não há a intenção de matar.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários