Michelle Bolsonaro  - Alan Santos/PR
Michelle Bolsonaro Alan Santos/PR
Por iG

São Paulo - Um grupo de mulheres que pretendia participar do 1º Congresso Nacional das Bolsonarianas, que aconteceria em Brasília entre os dias 13 e 14 de novembro, foi à delegacia para denunciar um suposto golpe envolvendo o evento. Entre as personalidades que estariam presentes estavam a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, e a ministra Damares Alves.

O evento foi divulgado nas redes sociais e dizia que a primeira-dama e a ministra estariam presentes no encontro, que atraiu diversas apoiadoras do presidente de várias partes do país. Além do custo da viagem, cada uma teria pago R$ 100 às organizadoras do evento para poderem participar do Congresso.

O grupo inteiro chegou à delegacia vestindo blusas rosas personalizadas para o Congresso que não aconteceu. Segundo a divulgação evento seria realizado no Ulysses Guimarães. Entretanto, o local não foi contatado para receber o encontro.

Você pode gostar
Comentários