Anvisa pesquisa alimentos e encontra 23% de resíduos de agrotóxicos

Ao todo, foram analisadas 4.616 amostras de 14 alimentos representativos da dieta da população brasileira

Por O Dia

Foram monitorados pela Anvisa 14 alimentos
Foram monitorados pela Anvisa 14 alimentos -
Brasília - Em pesquisa realizada em diversos tipos de alimentos a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) encontrou em 23% resíduos de agrotóxicos. Foram analisadas 4.616 amostras, coletadas em supermercados, entre agosto de 2017 e junho de 2018. No total, foram monitorados 14 alimentos, que representam 30,86% do que é consumido pela população. As coletas incluíram amostras de abacaxi, alface, arroz, alho, batata-doce, beterraba, cenoura, chuchu, goiaba, laranja, manga, pimentão, tomate e uva.

O resultado apontou 41 amostras com potencial de risco agudo, o que representou 0,89% do total de amostras analisadas. A avaliação considera o potencial risco à saúde após o consumo, em um período de 24 horas, de uma grande porção de um alimento com nível elevado de resíduo de agrotóxico.

De acordo com a Anvisa, o agrotóxico carbofurano foi o maior responsável pelo risco agudo identificado. O uso deste agrotóxico está proibido pela Anvisa desde abril de 2018, visando reduzir eventuais riscos à saúde.  
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários