Câmara Municipal de Uberlândia - Reprodução/ Wikimedia Commons
Câmara Municipal de UberlândiaReprodução/ Wikimedia Commons
Por O Dia
Minas Gerais - Uma operação do Ministério Público de Minas Gerais (MP-MG) está nas ruas na manhã desta segunda-feira para prender vinte dos 27 vereadores de Uberlândia, Minas Gerais. A ação apura desvio de verbas de gabinete. Funcionários e assessores da Câmara Municipal, além de donos de gráficas também são alvos de mandados de prisão.
A operação investiga desvio de verba de gabinete para contratação irregular de empresa de segurança, de limpeza e de uma gráfica.

O valor total do prejuízo aos cofres públicos ainda não foi divulgado. Só na gráfica, estima-se que o prejuízo gire em torno de R$ 4 milhões.
Publicidade
Confira o nome dos 20 vereadores investigados na operação e com prisão decretada: 

Alexandre Nogueira (PSD)
Ceará (PSC)
Publicidade
Doca Mastroiano (PL)
Dra. Flavia Carvalho (PDT)
Publicidade
Dra. Jussara (PSB)
Felipe Felps (PSB)
Publicidade
Hélio Ferraz, Baiano (PSDB) - Presidente da Câmara
Isac Cruz (Republicanos)
Publicidade
Juliano Modesto (SD)
Marcio Nobre (PSD)
Publicidade
Pâmela Volp (PP)
Paulo César PC (SD)
Publicidade
Ricardo Santos (PP)
Rodi (PL)
Publicidade
Roger Dantas (Patriota)
Ronaldo Alves (PSC)
Publicidade
Silésio Miranda (PT)
Vico (Sem Partido)
Publicidade
Vilmar Resende (PSB)
Wender Marques (PSB)