Filha é presa suspeita de matar pai, mãe e irmão em carro carbonizado

Ana Flávia Gonçalves, de 24 anos, e a companheira Carina Ramos, 31, foram presas quando estavam a caminho do escritório de um advogado

Por O Dia

Ana Flávia Gonçalves, de 24 anos, e a companheira dela, Carina Ramos, 31 anos, foram presas
Ana Flávia Gonçalves, de 24 anos, e a companheira dela, Carina Ramos, 31 anos, foram presas -
São Paulo - A filha de um casal que morreu, junto ao filho adolescente, em um carro em São Bernardo do Campo na madrugada de terça-feita teve a prisão temporária decretada na tarde de quarta-feira. Ana Flávia Gonçalves, de 24 anos, e a companheira Carina Ramos, 31, são suspeitas de terem matado os pais e o irmão de Ana Flávia. As duas foram presas quando estavam a caminho do escritório de um advogado.

Galeria de Fotos

Ana Flávia e Carina caíram em contradição várias vezes, durante depoimento, segundo polícia Reprodução
Ana Flávia e Carina caíram em contradição várias vezes, durante depoimento, segundo polícia Reprodução
Ana Flávia Gonçalves, de 24 anos, e a companheira dela, Carina Ramos, 31 anos, foram presas Reprodução
Contradições em depoimentos levantaram suspeitas contra casal Reprodução/ TV Globo
As vítimas são Flaviana Gonçalves, o marido Romuyuki e o filho adolescente.
A polícia informou que as suspeitas entraram em contradição durante o interrogatório. O depoimento de uma testemunha também foi decisivo para o indiciamento.

Os investigadores acreditam que outras pessoas também possam estar envolvidas no caso.

Um pequeno velório está marcado para a tarde desta quinta-feira e enterro dos restos mortais da família.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários