Ex-apresentador da ESPN morre aos 67 anos

Informação foi confirmada pela própria emissora, mas a causa da morte de Luis Alberto Volpe não foi revelada

Por iG

Luis Alberto Volpe tinha 67 anos de idade
Luis Alberto Volpe tinha 67 anos de idade -
O jornalista esportivo Luis Alberto Volpe, que ficou conhecido por seu trabalho na ESPN Brasil na década de 90, quando a emissora chegou ao Brasil, morreu na noite desta terça-feira (18), aos 67 anos de idade.

A informação foi confirmada pela própria ESPN, mas a causa da morte não foi revelada.

Volpe trabalhou como editor, repórter e apresentador na emissora por 20 anos, entre 1995 e 2015. Ele ficou marcado pela participação em programas icônicos, como "Histórias do Esporte" e "30 Minutos", além de também ter apresentado o "Sportscenter".

Natural da cidade de Sertãozinho, no interior de São Paulo, Luis Alberto Volpe também trabalhou a TV Cultura, entre 1987 a 1994, nos programas "Grandes Momentos do Esporte" e "Cartão Verde".

"Adeus a Luis Alberto Volpe! O maior locutor de offs de matérias especiais e documentários de todos os tempos nos deixou esta noite, aos 67 anos. Grande amigo, grande companheiro, um doce de pessoa. Nós, da antiga ESPN e da TV Cultura estamos muito tristes. Valeu, Volpinho!", disse José Trajano, seu colega de ESPN e TV Cultura.

Adeus a Luiz Alberto Volpe! O maior locutor de offs de matérias especiais e documentários de todos os tempos nos deixou esta noite, aos 67 anos. Grande amigo, grande companheiro, um doce de pessoa. Nós, da antiga ESPN e da TV Cultura estamos muito tristes. Valeu, Volpinho! pic.twitter.com/NeL5IKzpFd

— Ultrajano (@ultrajano) February 19, 2020

"Luis Alberto Volpe foi a voz dos Grandes Momentos do Esporte. Também foi um dos rostos mais identificáveis dos primeiros anos de ESPN Brasil. Tive a felicidade de me tornar seu colega e dividir bons anos de redação. Sua voz se cala, fica o lindo legado. Que descanse em paz", acrescentou Leonardo Bertozzi, da ESPN Brasil.

Luis Alberto Volpe foi a voz dos Grandes Momentos do Esporte. Também foi um dos rostos mais identificáveis dos primeiros anos de ESPN Brasil. Tive a felicidade de me tornar seu colega e dividir bons anos de redação. Sua voz se cala, fica o lindo legado. Que descanse em paz

— Leonardo Bertozzi (@lbertozzi) February 19, 2020
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários