A pedido de Bolsonaro, Brasil fecha fronteira com a Venezuela

Apesar da medida, que deve ser cumprida por 15 dias pelas autoridades, o trânsito de mercadorias entre os países deve continuar sem restrições

Por O Dia

A cidade de Paracaima (RR) é uma das principais portas de entrada de venezuelanos no Brasil
A cidade de Paracaima (RR) é uma das principais portas de entrada de venezuelanos no Brasil -
Brasil - Por decisão do presidente Jair Bolsonaro, a fronteira do Brasil com a Venezuela foi fechada na manhã desta quarta feira, na cidade de Pacaraima, em Roraima. A restrição, que visa conter a propagação do coronavírus, deve ser parcial e o trânsito de mercadorias entre os países, assim como o tráfego de transportes rodoviários, deve seguir liberado.
O bloqueio das fronteiras, que deve perdurar por um período de 15 dias, foi posto em prática às 8h40, quando militares do Exército se instalaram perto do posto de fiscalização da Polícia Rodoviária Federal e começaram a impedir que estrangeiros ultrapassassem o limite territorial com o Brasil.
A cerca de 215 quilômetros da capita Boa Vista, Pacaraima é uma das principais vias de entrada de imigrantes da Venezuela, que já tem registrado 33 casos do novo coronavírus. Os venezuelanos tentam, há meses, fugir da crise econômica e social que assola o país durante o governo de Nicolás Maduro. O presidente inclusive, decretou quarentena ao povo para evitar a acelerada contaminação do Covid-19.

Comentários