Antes de testar positivo, Augusto Heleno se reuniu com Bolsonaro e ministros

Parte do grupo de risco, aos 72 anos, ele diz que não apresenta febre, dor de garganta, falta de ar ou outros sinais explícitos da doença

Por ESTADÃO CONTEÚDO

General Augusto Heleno
General Augusto Heleno -
Brasília - O ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, voltou de viagem, na semana passada, sem sintomas do novo coronavírus. Parte do grupo de risco, aos 72 anos, ele dizia que não apresentava febre, dor de garganta, falta de ar ou outros sinais explícitos da doença.

Também anunciou que testou negativo para a covid-19, o que lhe garantiu segurança para se reunir com o presidente Jair Bolsonaro, pelo menos outros três ministros e líderes do governo no Congresso. Cinco dias depois, no entanto, fez novo exame e descobriu que está com o novo coronavírus.

Pouco antes de fazer o teste, na terça, no departamento médico do Palácio do Planalto, Heleno chegou a fazer uma brincadeira sobre a covid-19. Ao ver uma mancha na gravata do ministro da Secretaria-geral, Luiz Eduardo Ramos, brincou que era sinal do novo coronavírus.

Na saída, já demonstrava mais preocupação com o resultado. "Tudo bem, mas é o tal negócio, não é uma coisa absolutamente tranquilizadora você estar muito bem. Já houve gente que foi diagnosticada, porque isso depende muito da reação do seu organismo, às vezes seu organismo resiste a esse tipo de vírus sem ter grandes problemas. Tem gente que vai para cama, tem febre, não sei o quê", declarou a jornalistas.

Desde que voltou dos Estados Unidos, Heleno esteve no Palácio do Planalto para despachos internos e manteve diversas reuniões com o presidente Jair Bolsonaro e ministros no Palácio do Planalto, segundo agendas oficiais.

Na última quarta-feira, há registro de um encontro entre Heleno, o presidente da República, o ministro da Secretaria de Governo e o líder do governo na Câmara, Major Vitor Hugo (PSL-GO). Em seguida, consta uma nova reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e o ministro da Secretaria-Geral, Jorge Oliveira, e os líderes do governo no Senado, Fernando Bezerra (MDB-PE), e do Congresso, Eduardo Gomes (MDB-TO).

Na terça, de acordo com a agenda de Ramos, o ministro do GSI teve novo reunião com ele, Bolsonaro e Jorge Oliveira. Na agenda de Heleno, constam outros encontros com o presidente no mesmo dia, que diz ter testado novamente negativo para a covid-19.

Comentários