Bolsonaro e Toffoli fazem declaração à imprensa no Planalto

Encontro ocorreu a convite do presidente Jair Bolsonaro

Por Agência Brasil

Jair Bolsonaro defendeu o fim do confinamento em massa e chamou a Covid-19 de
Jair Bolsonaro defendeu o fim do confinamento em massa e chamou a Covid-19 de "resfriadinho" -
Brasília - Parte dos chefes dos Poderes da República fez uma declaração conjunta à imprensa nesta quarta-feira, no Palácio do Planalto, para falar sobre a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) no país. Foi um convite do presidente Jair Bolsonaro. Mais cedo, ele e oito ministros concederam uma entrevista coletiva para atualizar sobre as principais ações em andamento. O presidente reconheceu a situação da disseminação do novo coronavírus, mas disse que a população deve evitar o pânico.

Participaram, além de Bolsonaro, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, e o procurador-geral da República, Augusto Aras. O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), foi diagnosticado com o Covid-19 e não participou. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), também não esteve presente. Ele comanda sessão na Câmara dos Deputados que analisa medidas legislativas para o enfrentamento do coronavírus.

Comentários