Ministério da Saúde recomenda não utilizar ibuprofeno para tratar Covid-19 - CESAR CONVENTI/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO
Ministério da Saúde recomenda não utilizar ibuprofeno para tratar Covid-19CESAR CONVENTI/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO
Por O Dia
Rio - Baseada em consulta a médicos e novas pesquisas, a Organização Mundial de Saúde (OMS) retirou a restrição ao uso de medicamentos à base de ibuprofeno no tratamento contra o covid-19. Entretanto, o Ministério da Saúde segue recomendando o uso de outras substâncias para combater o novo coronavírus.

Na última terça-feira, a própria OMS havia soltado uma recomendação para não utilizar o ibuprofeno após declarações do ministro da Saúde francês, baseadas em uma pesquisa recente sobre a substância. Entretanto, houve mudança de opinião quando a OMS ouviu médicos que tratam pacientes com coronavírus e fez consultas a novas pesquisas científicas sobre a doença.

"Não temos conhecimento de relatos de efeitos negativos do ibuprofeno, além dos efeitos colaterais conhecidos usuais que limitam seu uso em determinadas populações", informou a OMS.

Mesmo com a nova recomendação, o Ministério da Saúde brasileiro pede que o ibuprofeno continue não sendo utilizado até que se possua mais dados concretos.

"Por precaução, o Ministério de Saúde recomenda a substituição do ibuprofeno por outros analgésicos. É fundamental que a substituição de medicamentos seja feita com recomendação de um profissional de saúde", disse o ministério em postagem na internet.
Vale ressaltar que as pessoas não devem se automedicar caso sintam os sintomas do covid-19.