Brasileiros no exterior viram algo de golpistas em meio à pandemia do coronavírus

Sem conseguirem voltar ao Brasil, turistas que estão no Peru dizem ser vítimas de tentativas de golpes e de oportunismo de empresas aéreas

Por Gabriel Sobreira

Brasileiros que estão no Peru acusam golpistas de tentarem vender passagens falsas: já estão sem dinheiro
Brasileiros que estão no Peru acusam golpistas de tentarem vender passagens falsas: já estão sem dinheiro -
Brasileiros que estão no exterior e enfrentam dificuldades para voltar ao país devido à pandemia do coronavírus afirmam ser vítimas de golpes. É o caso de aproximadamente 200 turistas que estão em Cusco, no Peru. Alguns deles relataram à reportagem que foram abordados por golpistas que tentaram vender passagens falsas da cidade até Lima (capital
peruana) a preços exorbitantes.
Na mesma situação do grupo, o engenheiro Vitor Bohnenberger, de 34 anos, reclamou ainda do oportunismo de empresas aéreas na venda de bilhetes para esse trajeto. “Há pessoas ofertando voos para Lima por US$ 250 (dólares), para de lá serem repatriados. São golpistas tentando se aproveitar da nossa situação. E há empresas cobrando valores absurdos nessa viagem”, denunciou o engenheiro.
Bonhenberger, porém, ressaltou que os brasileiros logo compartilharam a informação em grupos e redes sociais e, por isso, ninguém foi prejudicado. 
O brasileiro disse ainda que alguns deles já estão sem dinheiro e sem remédios de uso contínuo. “Continuo no quarto do hostel não me expondo nas ruas. Mas tem gente em situação pior, com remédio acabando, desesperado. A gente continua em quarentena aguardando novidades, mas é uma situação muito delicada”, disse. 
Itamaraty
Em nota, o Itamaraty informou que dois voos serão disponibilizados para trazer de volta ao país brasileiros que estão em Lima. Os que estão na cidade de Cusco, entretanto, ainda não têm voo confirmado. Serão repatriadas um total de 622 pessoas.

Galeria de Fotos

Brasileiros que estão no Peru acusam golpistas de tentarem vender passagens falsas: já estão sem dinheiro Acervo Pessoal
Turistas lotam o hall do Aeroporto Internacional Alejandro Velasco Astete, em Cusco, no Peru Arquivo Pessoal
Brasileiros no Peru com dificuldades de voltar para casa Acervo Pessoal

Comentários