Presidente afirma que vírus 'está começando a ir embora'

Até este domingo, mais de 1,2 mil pessoas haviam morrido no Brasil por causa da covid-19. Ao todo, eram mais de 22 mil casos confirmados

Por ESTADÃO CONTEÚDO

Presidente Jair Bolsonaro
Presidente Jair Bolsonaro -
Brasília - O presidente Jair Bolsonaro disse neste domingo, durante uma celebração de Páscoa com líderes religiosos, que o novo coronavírus "está começando a ir embora"

De acordo com o Ministério da Saúde, porém, a situação mais crítica, ao menos em São Paulo e no Rio de Janeiro, deve ser vivenciada apenas no fim de abril e no início de maio.

"Tenho dito desde o começo, há 40 dias. Temos dois problemas pela frente, o vírus e o desemprego. Quarenta dias depois, parece que está começando a ir embora a questão do vírus, mas está chegando e batendo forte o desemprego", afirmou o presidente, ao fim da celebração, realizada por videoconferência

Até domingo, mais de 1,2 mil pessoas haviam morrido no Brasil por causa da covid-19. Ao todo, eram mais de 22 mil casos confirmados. "Devemos lutar contra essas duas coisas (o vírus e o desemprego). Obviamente, sempre lutamos crendo, acreditando em Deus acima de tudo. Vamos vencer esses obstáculos", completou o presidente. Procurado pela reportagem, o Ministério da Saúde não comentou as declarações de Bolsonaro.

Participaram a videoconferência 21 representantes da Igreja Católica, de igrejas evangélicas e da comunidade judaica, além da empresária e escritora Íris Abravanel, que foi a mediadora da conferência. Ela é casada com o apresentador de TV Silvio Santos

Comentários