Prefeitura de São Paulo decreta luto de 3 dias por mortos do novo coronavírus

A determinação foi publicada no Diário Oficial deste sábado

Por ESTADÃO CONTEÚDO

Prefeito de São Paulo, Bruno Covas, que enfrenta um câncer, aguarda resultado de exame sobre novo coronavírus
Prefeito de São Paulo, Bruno Covas, que enfrenta um câncer, aguarda resultado de exame sobre novo coronavírus -
São Paulo - O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), decretou luto oficial por três dias pelas vítimas da pandemia do novo coronavírus. A cidade é o epicentro da doença no Brasil e soma ao menos 1.035 mortes, segundo a Secretaria Municipal da Saúde.

A determinação foi publicada no Diário Oficial deste sábado, data em que entra em vigor.

O texto justifica a decisão como "expressão de profundo pesar pelos falecimentos ocorridos".

O decreto aponta, ainda, a "grande tristeza de que a cidade de São Paulo é tomada" e o "espírito de solidariedade do povo paulistano, que está enfrentando unido a grave pandemia". Além disso, ressalta a "desolação que se abate sobre cada uma das famílias enlutadas, da qual compartilha, sensibilizado, todo o povo paulistano".

De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde, o número de casos confirmados da doença na capital de paulista até as 15 horas de sexta-feira, 24, é de 12.202, além de 48.130 suspeitos.

Um balanço divulgado pela secretaria na sexta-feira aponta que 67% dos leitos de UTI para pacientes da covid-19 estão ocupados.

Como mostrou o jornal O Estado de S.Paulo, a periferia concentra a maior parte das mortes na capital.

Comentários