PF liga Carlos Bolsonaro à fake news

Segundo inquérito, vereador atuaria em esquema de notícias falsas

Por

A Polícia Federal identificou que o vereador Carlos Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, seria o articulador de um complexo esquema criminoso de fake news a favor do governo. As informações foram divulgadas ontem pela Folha de S. Paulo.

De acordo com o jornal, inquérito da Polícia Federal apontaria que não há dúvidas de que o presidente Jair Bolsonaro pressionou o diretor da PF Maurício Valeixo, demitido na última sexta-feira, porque tinha ciência de que a corporação havia chegado até seu filho.

Ainda segundo a Folha de S. Paulo, a saída de Valeixo do cargo poderia abrir caminho para a obtenção de informações da investigação que corre no Supremo Tribunal Federal (STF). A troca de comando na PF culminou com a saída do ex-ministro Sergio Moro.

Comentários