Polícia de SP encontra criador de um dos perfis do 'Pateta' que induz crianças ao suicídio

Adolescente é o criador de um dos perfis que vem assustando crianças nas redes sociais

Por iG - Tecnologia

Perfil se identifica como 'Jonatan Galindo' e usa uma foto que se assemelha ao personagem Pateta, da Disney, de forma deformada
Perfil se identifica como 'Jonatan Galindo' e usa uma foto que se assemelha ao personagem Pateta, da Disney, de forma deformada -
São Paulo - A Polícia Civil de São Paulo encontrou o criador de um dos perfis do Homem Pateta, figura que tem assustado crianças nas redes sociais e induzido-as ao suicídio. O mandado de busca e apreensão foi cumprido na última sexta-feira, em Sorocaba, no interior do estado, conforme informa o site Uol.

O responsável pelo perfil é um adolescente que não teve seu nome e idade divulgados, mas que disse que tudo foi "apenas uma brincadeira". Diversos perfis circulam em redes sociais como o Facebook com a foto de um homem fantasiado de Pateta, personagem da Disney, e com o nome de "Jonathan Galindo". O garoto encontrado era responsável por um desses perfis.
A polícia apreendeu o celular do adolescente pare realizar uma perícia no dispositivo. O caso será enviado à Vara da Infância e Juventude, na qual o jovem deve responder por ator infracionais como ameaça e instigação ao suicídio.

"A investigação realizada demonstra que não existe anonimato na internet", alerta a polícia em nota.
O caso do Homem Pateta
O caso do Homem Pateta ganhou repercussão nacional depois que a Polícia Civil de Santa Catarina alertou para o caso, no final de junho.

Os perfis entram em contato com crianças e adolescentes, propondo a elas desafios - que envolvem automutilação e podem, inclusive, induzir ao suicídio.
Eles começaram a aparecer em outros países em 2017, mas chegaram ao Brasil no último mês. As práticas são similares às de outros casos em anos anteriores, como o desafio da Baleia Azul e a boneca Momo .

Comentários