Onda de calor registra temperaturas históricas em estados no Brasil

São Paulo e Mato Grosso do Sul registraram recordes atípicos, com máximas acima dos 43,5°C e 44,6°C, respectivamente

Por O Dia

Apesar do calor histórico, pancadas de chuva podem ocorrer em estados do Sul, Sudeste e parte do Centro-Oeste
Apesar do calor histórico, pancadas de chuva podem ocorrer em estados do Sul, Sudeste e parte do Centro-Oeste -
Brasil - A onda de calor que atinge boa parte do território brasileiro registrou temperaturas históricas em alguns estados do país. Nos estados de Mato Grosso do Sul e de São Paulo, a quarta-feira foi considerada bem atípica. Pelo 2° dia consecutivo a temperatura chegou a 44,6°C no estado do Centro-Oeste, já em São Paulo alcançou 43,5°C de máxima e tem maior marca de sua história desde a década de 1930. A onda de calor deve continuar em alguns estados até esta sexta-feira, enquanto em outras regiões uma frente fria deve romper o bloqueio atmosférico e diminuir as temperaturas.
A causa do intenso calor que assolou o Brasil ainda é um persistente bloqueio atmosférico que se instalou na área central do Brasil. Os movimentos do ar, de cima para baixo em níveis médios até a superfície, provocaram tempo quente com máximas acima dos 40°C e baixa umidade, valores inferiores a 15%, principalmente do centro para o norte do estado de São Paulo e o nordeste do Mato Grosso do Sul, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).
Gradativamente o aumento da umidade em níveis médios (próximo a 5 km de altitude) favorece que o ar comece a romper o tampão atmosférico que se instalou e dispare a instabilidade e convecção atmosférica com movimentos verticais mais pronunciados, favorecendo pancadas de chuva em algumas áreas.
Apesar do calor intenso no norte de São Paulo e norte-nordeste de Mato Grosso do Sul ainda nesta quinta-feira, o aumento de umidade provoca mudança de padrão atmosférico, pancadas de chuva, temporais localizados e temperaturas começam cair no Mato Grosso do Sul e São Paulo, além de outros estados do Sudeste, parte do Centro-Oeste e no Sul.

Comentários