Matéria Salva!

Agora você pode ler esta notícia off-line

Matéria removida da seção links salvos
Publicidade

Novo recorde diário: Brasil registra 2.286 mortes por Covid em 24h

Média móvel de óbitos também bateu recorde pelo 12º dia consecutivo, com 1.626 mortes por dia

Por iG
O Brasil registrou nesta quarta-feira (10) mais 2.286 óbitos por Covid-19, o maior número desde o início da pandemia, de acordo com o levantamento do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). Com os dados atualizados do país, ao todo, já são 270.656 mortes pela doença.

O recorde anterior de mortes era de ontem (9), quando 1.972 vítimas entraram na contagem.

Ainda de acordo com o Conass, em apenas 24 horas, o país também registrou 79.876 novos casos da Covid-19 e, ao todo, conta com 11.202.305 infecções provocados pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2).

A média móvel de mortes também bateu o recorde pelo 12° dia consecutivo, chegando a 1.626. A média de casos ficou em 69.096. 

Veja a sequência dos recordes da média móvel:

Sábado (27): 1.180 (recorde)
Domingo (28): 1.208 (recorde)
Segunda-feira (1): 1.223 (recorde)
Terça-feira (2): 1.274 (recorde)
Quarta-feira (3): 1.332 (recorde)
Quinta-feira (4): 1.361 (recorde)
Sexta-feira (5): 1.423 (recorde)
Sábado (6): 1.455 (recorde)
Domingo (7): 1.497 (recorde)
Segunda-feira (8): 1.540 (recorde)
Terça-feira (9): 1.572 (recorde)
Quarta-feira (10): 1.626 (recorde)

A contagem de casos realizada pelas Secretarias Estaduais de Saúde inclui pessoas sintomáticas ou assintomáticas; ou seja, neste último caso são pessoas que foram ou estão infectadas, mas não apresentaram sintomas da doença.

O ranking de número de mortes segue liderado pelo estado de São Paulo, que tem 62.570 óbitos causados pela Covid-19. O Rio de Janeiro continua em segundo lugar, com 33.893 mortes, seguido por Minas Gerais (19.824), Rio Grande do Sul (14.087) e Paraná (13.060).

Desde o início de junho, o Conass divulga os números da pandemia da Covid-19 por conta de uma confusão com os dados do Ministério da Saúde. As informações dos secretários de saúde servem como base para a tabela oficial do governo, mas são publicadas cerca de uma hora antes.

Mais de 117 milhões pessoas foram infectadas em todo o mundo. Do total de doentes, mais de 2,6 milhões morreram, segundo a Universidade Johns Hopkins. O Brasil segue como o terceiro país do mundo em número de casos de Covid-19 e o segundo em mortes, atrás apenas dos Estados Unidos.
Foto: Eduarda Esteves/iG
Já são 270.656 mortes pela doença desde o início da pandemia

 


Continua após a publicidade

O Brasil registrou nesta quarta-feira (10) mais  2.286 óbitos  por Covid-19, o maior número desde o início da pandemia, de acordo com o levantamento do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). Com os dados atualizados do país, ao todo, já são 270.656 mortes pela doença.

O recorde anterior de mortes era de ontem (9), quando 1.972 vítimas entraram na contagem. 

Ainda de acordo com o Conass, em apenas 24 horas, o país também registrou 79.876 novos casos da Covid-19 e, ao todo, conta com 11.202.305 infecções provocados pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2).

VOCÊ VIU?

A média móvel de mortes também bateu o recorde pelo 12° dia consecutivo, chegando a 1.626. A média de casos ficou em 69.096.

Continua após a publicidade

Veja a sequência dos recordes da média móvel:

Sábado (27): 1.180 (recorde)
Domingo (28): 1.208 (recorde)
Segunda-feira (1): 1.223 (recorde)
Terça-feira (2): 1.274 (recorde)
Quarta-feira (3): 1.332 (recorde)
Quinta-feira (4): 1.361 (recorde)
Sexta-feira (5): 1.423 (recorde)
Sábado (6): 1.455 (recorde)
Domingo (7): 1.497 (recorde)
Segunda-feira (8): 1.540 (recorde)
Terça-feira (9): 1.572 (recorde)
Quarta-feira (10): 1.626 (recorde)

A contagem de casos realizada pelas Secretarias Estaduais de Saúde inclui pessoas sintomáticas ou assintomáticas; ou seja, neste último caso são pessoas que foram ou estão infectadas, mas não apresentaram sintomas da doença.

O ranking de número de mortes segue liderado pelo estado de São Paulo, que tem 62.570 óbitos causados pela Covid-19. O Rio de Janeiro continua em segundo lugar, com 33.893 mortes, seguido por Minas Gerais (19.824), Rio Grande do Sul (14.087) e Paraná (13.060).

Desde o início de junho, o Conass divulga os números da pandemia da Covid-19 por conta de uma confusão com os dados do Ministério da Saúde. As informações dos secretários de saúde servem como base para a tabela oficial do governo, mas são publicadas cerca de uma hora antes.

Mais de 117 milhões pessoas foram infectadas em todo o mundo. Do total de doentes, mais de 2,6 milhões morreram, segundo a Universidade Johns Hopkins. O Brasil segue como o terceiro país do mundo em número de casos de Covid-19 e o segundo em mortes, atrás apenas dos Estados Unidos.

Fonte: Saúde - iG @ https://saude.ig.com.br/coronavirus/2021-03-10/brasil-registra-2286-mortes-por-covid-em-24h-novo-recorde-diario-na-pandemia.html

Você pode gostar
Comentários
mais notícias