Deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP)
Deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) Cleia Viana/Câmara dos Deputados
Por IG - Último Segundo

Rio - Cerca de 2 horas depois de ter publicado tuíte dizendo que “agora” priorizaria o uso de vacinas contra a pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2) e ter sido criticado, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) apagou a publicação.

Após as críticas, o filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), republicou a mensagem, mas sem o advérbio de tempo. 

Confira a publicação:

Nossa arma é a vacina! pic.twitter.com/hNPHLVueZr

— Eduardo Bolsonaro (@BolsonaroSP) March 12, 2021

Eduardo usou uma charge onde o personagem “Zé Gotinha”, criado pelo Ministério da Saúde para a vacinação contra a poliomielite em 1986, segura uma seringa de vacina no formato de uma metralhadora.

Na última quarta-feira (10), o ex-presidente Lula (PT) no primeiro discurso após ter as condenações na Lava Jato anuladas, criticou a gestão do presidente Bolsonaro a frente da pandemia, e usou o personagem para acusar o governo federal de falta de agilidade na vacinação:

"Na minha época, nós vacinamos 80 milhões de pessoas em três meses. Cadê o Zé Gotinha? Bolsonaro mandou embora, porque achou que era petista", declarou.

Você pode gostar