Eri Johnson interage com a plateia e interpreta vários personagens em seu espetáculo
 -  Wagner Carvalho
Eri Johnson interage com a plateia e interpreta vários personagens em seu espetáculo Wagner Carvalho
Por BRUNNA CONDINI | [email protected]

Rio - A peça ‘Eri Pinta, Johnson Borda’, com Eri Johnson, volta ao Teatro Fashion Mall nesta sexta, às 21h. Fica até 24 de fevereiro, de sexta a domingo. E a hora é de comemorar: o ator está há dez anos com a peça em cartaz. Entre idas e vindas (“paro para fazer outros espetáculos às vezes”, conta), mas é uma década de sucesso, de imitações (as de Romário, Caetano Veloso e Evandro Mesquita são clássicas) e de uma relação bastante próxima com o público, já que a peça tem números em que Eric desce até a plateia.

“Já aconteceram muitas coisas engraçadas. Uma vez desci para falar com uma pessoa no público e a pessoa era muda! Tive que me virar. Foi a experiência mais diferente que tive até hoje”, conta Eri. Há fãs que já viram o espetáculo várias vezes. “Ih, tem uma fã chamada Renata que tem fotos da peça que eu mesmo não tenho. Já assistiu várias vezes. A gente já se tornou amigo”.

PERSONAGENS E IMITADOS

Na peça, Eri retorna alguns de seus personagens antigos, como o Lulu, de ‘Barriga de Aluguel’. O time de imitados inclui ainda Marília Pêra, Alexandre Frota, Roberto Carlos, Lula, Papa João Paulo II. E essa turma encontra-se no palco com personagens como O Gaguinho Desempregado, Os Bêbados, o Casado, o Carioca Poliglota, o Namorado Iniciante, o Dançarino e o Feio da Turma, quase um protagonista da peça. No palco, o ator segue a direção feita há alguns anos por Roberto Talma, morto em 2015.

“Faço um balanço bem positivo desses anos todos. Tenho orgulho de apresentar um espetáculo que é um dos mais difíceis para mim. Não rodei o Brasil todo com ele, mas quero viajar em 2019. A qualidade é o caminho. Quero a gargalhada de qualidade”, diz o ator, que recentemente participou da batalha de astros ‘Popstar’, da Globo.

“Acho que o que mais se divertiu lá fui eu. Sempre gostei de cantar, no banheiro, no carro... O ‘Popstar’ foi um grande barato”, recorda. 

OUTRO ANIVERSÁRIO

Em janeiro de 2019, Eri comemora 39 anos de carreira. Antes disso, já havia aparecido como figurante na novela ‘Dancin’ Days’ (1978). Vai comemorar a data não-redonda trabalhando. “Quero fazer TV e teatro, e vou fazer. O resto? ‘Deixa a vida me levar/vida leva eu...’”, canta.

Você pode gostar