Mais Lidas

HBO exibe no Brasil 'Leaving Neverland', documentário sobre Michael Jackson

Filme traz entrevistas com homens que teriam sofrido abusos do cantor; família do artista reagiu

Por O Dia

Michael Jackson foi tema de desfile
Michael Jackson foi tema de desfile -

Algumas estações de rádio no Canadá e na Holanda pararam de tocar músicas de Michael Jackson, e fãs bombardearam a apresentadora Oprah Winfrey com mensagens de ódio, após a exibição do documentário 'Leaving Neverland'. O documentário foi exibido, em duas partes, pela emissora americana HBO, entre domingo, 3, e segunda-feira, 4. No Brasil, 'Leaving Neverland'vai ao ar também em duas partes: a primeira vai ao ar no sábado, 16 de março, às 20h, e a parte final no dia seguinte, domingo, 17, no mesmo horário, no canal HBO e na HBO GO.

No filme, dois homens adultos afirmam que eram amigos de Jackson e foram abusados por ele entre os seus sete e dez anos, no começo da década de 1990. Oprah, ela mesma uma vítima de abuso sexual, conduziu uma entrevista com os acusadores Wade Robson e James Safechuck, na sequência da exibição do filme pela HBO. O especial foi transmitido na noite de segunda-feira, à frente de um público de vítimas de abusos.

Robson disse que ele já havia recebido ameaças de morte. 'A família de Jackson chamou o documentário e a cobertura da imprensa sobre as acusações de "linchamento público" e disse que o cantor era "100% inocente".

O cantor de 'Thriller', que morreu em junho de 2009, foi inocentado em um julgamento de 2005 de acusações de ter molestado outro garoto de 13 anos em seu rancho Neverland, na Califórnia (EUA). Em 1994, ele chegou a um acordo em um processo de abuso sexual por outro garoto de 13 anos.

Reação da família

A família de Michael rebateu as acusações contra o cantor em um comunicado oficial, explicando que o filme "usa alegações não corroboradas que supostamente aconteceram 20 anos atrás e trata isso como fato" e que "os dois acusadores testemunharam sob juramento que esses eventos nunca ocorreram".

O 'The Wall Street Journal' afirmou ontem que o contrato de distribuição de sete anos da gravadora Sony para a música de Michael Jackson será afetado negativamente pela decisão de algumas rádios de tirar do ar as canções do artista. O meio de comunicação continua gerando receita para as gravadoras: a empresa de auditoria e consultoria Deloitte estima que a receita global de rádio alcançará US$ 40 bilhões em 2019, um aumento de 1% em relação a 2018.

(com informações do ESTADÃO)

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Michael Jackson foi tema de desfile Divulgação
Michael Jackson Divulgação
Rodrigo Teaser, cover de Michael Jackson Divulgação
O cantor Michael Jackson Internet

Comentários