Mais Lidas

Conheça a nova Anita da TV

Thainá Duarte vive uma mulher exuberante, que é morta logo no início de minissérie da Globo que estreia em abril. "Não coloquem a mão no fogo por nenhum personagem", alerta

Por Gabriel Sobreira

Anita (Thainá Duarte) caminha estonteante pela rua. Todos os homens que estão por ali admiram ela. Os meninos saem da sorveteria e também ficam observando
Anita (Thainá Duarte) caminha estonteante pela rua. Todos os homens que estão por ali admiram ela. Os meninos saem da sorveteria e também ficam observando -

Rio - Muitas vezes, a novela 'Malhação', da Globo, serve como porta de entrada para quem quer ingressar na carreira de ator/atriz. Para a paulistana Thainá Duarte, de 23 anos, foi diferente. Ao não ser aprovada para a produção, o début dela foi vencendo 70 garotas e estreando no filme 'Mundo Cão', de Marcos Jorge, vivendo uma jovem surda muda, que contracenava com Adriana Esteves, Lázaro Ramos e Babu Santana. Depois, veio a novela 'I Love Paraisópolis' (2015, na Globo), mas a atriz percebeu que ainda estava "crua" e resolveu estudar. Mais testes e veio a aprovação para viver Anita, a misteriosa protagonista de 'Se Eu Fechar os Olhos Agora', minissérie, que estreia dia 15 de abril na Globo.

"Até hoje as pessoas me mandam mensagens perguntando: 'Você é surda mesmo?'", lembra a atriz, aos risos. "Pessoas incríveis me ensinaram muito. Estou aprendendo ainda. E muito feliz de ter esses dois projetos para estrear", completa ela, que além da minissérie, que tem Débora Falabella e Mariana Ximenes no elenco; e também está em 'Aruana', série exclusiva do Globoplay ainda sem data de estreia, também com Débora Falabella, Taís Araújo e Leandra Leal.

Thainá Duarte - Reprodução

EXUBERANTE

'Se Eu Fechar os Olhos Agora' é uma produção baseada no livro homônimo de Edney Silvestre e escrita por Ricardo Linhares. O ano é 1960. Anita (Thainá Duarte) tem a pele negra, os olhos verdes e os cabelos louros. Por onde caminha, ela atrai olhares de homens, mulheres, crianças, idosos. Todos admiram sua exuberância. Até que um dia ela é encontrada assassinada. Esse é o ponto de partida do thriller psicológico, que aborda ainda questões como racismo, machismo, intolerância, direito das mulheres.

"É ótimo quando a gente tem uma narrativa boa, como essa, e consegue tratar de assuntos que merecem ser tratados. É a função da arte. Entreter enquanto alerta, ensina e educa", enfatiza a jovem.

QUEM É ANITA?

Por debaixo da bela aparência da personagem, ela esconde uma realidade dura de solidão e sofrimento, aspecto que fica claro para o público em cada revelação sobre Anita e todos que moram na fictícia cidade de São Miguel, do interior do Rio de Janeiro. "Costumo dizer que a Anita foi destruída muito antes de ser morta. Esse universo dela foi para mim um mergulho doloroso para entender quem era Anita e como ela foi submetida a tudo isso. Como ela conseguiu ser tão forte, persistir e tentar lidar com aquela realidade da melhor forma possível. Foi a força dela que me chamou atenção", atesta que teve que alisar o cabelo crespo e tonalizá-lo de castanho para louro. "Foi bom porque me ajudou a encontrar a personagem. O cabelo e outras coisas da Anita dizem muito quem ela é e constroem a imagem que ela representa. Me ajudou a entender também quem era Anita", reforça.

QUEM MATOU?

E quem matou Anita? "A gente suspeita de todos. Você descobre coisas novas o tempo todo. Se eu tivesse que dar um spoiler pro público seria: Não coloque a mão no fogo por nenhum personagem (da série). Toda hora você se surpreende", alerta a atriz, cuja personagem aparece morta no primeiro capítulo e nos demais em cenas de flashback. "Essas imagens são de como os personagens viam a Anita e não necessariamente a representam. Só no fim a gente descobre como ela foi morta de fato e por quem", explica.

Thainá Duarte - Gustavo Arrais/Divulgação

O FINAL

Mas caso você tenha lido o livro de Silvestre e pensa em não assistir à minissérie, Thainá tem um aviso que pode te fazer repensar. "Eu li o livro e eles mudaram o assassino. Achei uma decisão muito inteligente", conta. Quando a atriz teve a oportunidade de conhecer o autor do livro, ela não se furtou de dar um "puxãozinho de orelha", já que ela não curtiu muito o desfecho de um dos personagens, que teve um fim não muito explícito. "A gente fica sem saber, mas no fundo a gente sabe, só não quer acreditar", frisa. "Perguntei: 'Por que você fez isso?'. E ele: 'É, nem sempre a gente agrada'", lembra, ela aos risos. "Na série fica explícito o que aconteceu com ele", comemora, aos risos.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Anita (Thainá Duarte) caminha estonteante pela rua. Todos os homens que estão por ali admiram ela. Os meninos saem da sorveteria e também ficam observando Globo/Mauricio Fidalgo
Acima, Thainá Duarte com o visual atual; abaixo, entre Leandra, Débora e Taís Araújo; e loura como Anita Reprodução
Thainá Duarte Gustavo Arrais/Divulgação
Carlos Manga Jr. dirige a atriz Thainá Duarte (Anita) Globo/Mauricio Fidalgo
Thainá Duarte com Edney Silvestre e Ricardo Linhares Reprodução
Thainá Duarte Reprodução
Thainá Duarte Reprodução

Comentários