Depois de 'Laços de Família' e 'Belíssima', Reynaldo Gianechinni se vê novamente envolvido em um triângulo amoroso familiar

Régis se prepara para dar o golpe em Maria da Paz, mas deve acabar se apaixonando pela boleira em 'A Dona do Pedaço'

Por Juliana Pimenta

Maria da Paz (Juliana Paes), Régis (Reynaldo Gianecchini) e Josiane (Agatha Moreira)
Maria da Paz (Juliana Paes), Régis (Reynaldo Gianecchini) e Josiane (Agatha Moreira) -

Rio - Se na vida pessoal, Reynaldo Gianechinni quer continuar solteiro, em 'A Dona do Pedaço', seu personagem Régis segue roubando corações. Após se envolver com Josiane (Agatha Moreira), o playboy iniciou um plano para aplicar um golpe na mãe da vilã, a boleira Maria da Paz (Juliana Paes). Mas se engana quem pensa que estar envolvido em um triângulo amoroso com mãe e filha é novidade para Gianechinni.

Em 'Belíssima', o mecânico Pascoal se relaciona com Giovana (Paolla Oliveira), mas acaba de apaixonando por sua mãe, Safira (Claudia Raia). Já em 'Laços de Família', o personagem Edu esteve dividido entre Helena (Vera Fischer) e Camila (Carolina Dieckmann) durante toda a trama.

"É uma situação bem diferente. Apesar disso tudo, lá em 'Laços de Família' era uma coisa espontânea, que acontecia naturalmente. Aqui, em 'A Dona do Pedaço', é uma coisa programada, é um plano dele, na verdade", comenta. O ator aproveita ainda para comentar que nunca se viu envolvido em situação parecida. "Não, absolutamente não. Deve ser uma confusão isso", brinca.

Apesar do viés interesseiro que originou a relação entre Régis e Maria da Paz, Giane desconfia que a boleira vai conseguir mudar a cabeça do rapaz. "Ele vai acabar ficando muito contagiado pela força dela. Eu acho muito bonita essa possibilidade de o personagem se transformar. A Maria da Paz pode transformar ele, e ele vai ter que rever todo o plano. Régis é um cara que realmente pode se apaixonar por ela", comenta.

No episódio que deve ir ao ar hoje à noite, Régis já começa a dar sinais de que simpatiza pela dor sofrida pela personagem de Juliana Paes. "Eu acho que tem esse risco porque a Maria da Paz é uma mulher muito interessante. Ela é daquelas que realmente transformam as pessoas ao redor dela. Ela mostra que vale a pena você lutar pelas coisas com honestidade. Eu acho que isso transforma qualquer ambiente, qualquer pessoa".

Cenas quentes

Inclusive, a cena de sexo entre os personagens já foi gravada. "Eu fico curioso para ver igual ao público. Porque, por mais que a gente grave, a gente não está vendo. A gente grava, mas não sabe direito o que imprime. Eu me surpreendo, às vezes, quando vejo no ar. Mas digo que foi muito legal de gravar".

Para o ator, a parceria com o colega de cena é uma das grandes vantagens para fazer um trabalho bem feito. "Eu adoro trabalhar com a Ju, e ela está muito presente, muito viva e muito à vontade nesse personagem. Adoro as nossas cenas juntos. A gente faz com muita leveza e isso é muito gostoso entre atores que têm intimidade, que têm respeito e carinho para estar em cena. É sempre bom revisitar uma relação de trabalho de uma forma mais madura", comenta.

Vilania

Defendendo o personagem, Gianechinni garante que Régis tem bom coração. "Ele não é um vilão exatamente. Eu acho que ele tem empatia, gosta das pessoas, e as pessoas gostam dele também. Ele se preocupa até com a Maria da Paz. Ele tem um desvio de caráter muito grande e acha um meio esquisito para conseguir o dinheiro dele. Mas a Jô, sim, ela é vilã e não tem empatia. A Jô não olha para as pessoas, ela olha através", aponta.

Outros romances dentro de casa

Outras novelas também trouxeram tramas em que os triângulos amorosos aconteciam dentro da própria família. Em 'Verdades Secretas', Alex (Rodrigo Lombardi) se envolveu com Carolina (Drica Moraes) e sua filha, Angel (Camila Queiroz).

Na trama de 'Em Família', Helena (Julia Lemmertz) tentava afastar sua filha Luiza (Bruna Marquezine) de Laerte (Gabriel Braga Nunes), seu grande amor da juventude.
Em 'Avenida Brasil', Tufão (Murilo Benício) e seu filho Jorginho (Cauã Reymond) se apaixonam por Nina/Rita (Débora Falabella).

Cauã esteve envolvido mais uma vez em uma situação dessas. Em 'Amores Roubados', Leandro foi alvo de Antônia (Isis Valverde) e Isabel (Patrícia Pillar), sua mãe. Em 'Barriga de Aluguel', Aída (Renée de Vielmond) e Laura (Tereza Seiblitz) se envolveram com Tadeu (Jairo Mattos).

Já em 'Amor à Vida', Gina (Carolina Kasting) resolveu apresentar o namorado Herbert (José Wilker) à família, mas sua mãe, Ordália (Eliane Giardini) disse que eles não poderiam ficar juntos, pois eram pai e filha.

Em 'Passione', Agnelo (Daniel de Oliveira) e Stella (Maitê Proença) começam a ter um caso até que o rapaz conhece sua filha Lorena (Tammy di Calafiori) e eles se apaixonam. 'Suave Veneno' começou com Eleonor (Irene Ravache) se apaixonando pelo pintor Eliseu (Rodrigo Santoro). O artista, no entanto, era apaixonado por sua filha Márcia (Luana Piovani). 

Em 'A Lei do Amor', Vitória (Camila Morgado) se casou com Ciro (Thiago Lacerda), amante de sua mãe Magnólia (Vera Holtz).

Comentários