Renascimento do Raça Negra? Luiz Carlos discorda: 'Só deixamos de fazer TV'

Banda voltou às paradas (e está na trilha de 'A Dona do Pedaço') com a regravação de 'Cheia de Manias'

Por RICARDO SCHOTT

Raça Negra
Raça Negra -

Rio - De alguns anos para cá, por intermédio das redes sociais (e de alguns memes), o Raça Negra vem sendo descoberto por um público bastante jovem e interessado. Com a regravação de 'Cheia de Manias', sucesso da banda nos anos 1990, para a trilha de 'A Dona do Pedaço', o repertório vem ressurgindo na boca das pessoas (nas ruas, em karaokês). Só não fale em "redescoberta" perto do líder da banda, Luiz Carlos. Ele defende que o sucesso nunca abandonou o Raça Negra.

"Eu não acho que nós renascemos, o Raça Negra sempre existiu. Nossa agenda sempre teve muitos shows, graças a Deus e ao publico. O que aconteceu com o Raça Negra é que nos deixamos de fazer televisão e a TV é uma grande vitrine. Mas sempre estivemos vivos realizando shows pelo Brasil afora", diz ele, que recentemente viu o Raça Negra virar meme, graças a um vídeo antigo do programa Silvio Santos que popularizou a frase "planta, você gosta do Raça Negra?". E 'Cheia de Manias', o hit regravado, ganhou espaço entre os stickers do aplicativo WhatsApp.

"Achei maravilhoso! Descobrimos os memes através das nossas redes sociais. Acho incrível! Desde que não ofenda ninguém, claro", diz. "O brasileiro é muito criativo e eu me divirto com os memes. E o principal é saber que a nossa música passa de geração em geração pelas redes sociais", conta. "Nós sempre mantivemos a nossa essência, o nosso estilo, a nossa verdade. Acredito que seja por isso que a música ultrapassa tantas gerações. Inovamos sem perder a essência musical".

Noveleiro

Na época em que 'Cheia de Manias' foi lançada, em 1992, surgiu um boato de que a canção tinha sido feita para ninguém menos que Claudia Raia - que, você deve saber, está no ar em outra produção da Globo, 'Verão 90'. Noveleiro e fã de produções como 'Roque Santeiro' e 'Avenida Brasil', Luiz Carlos (que por sinal é o único autor da canção) diz que não foi bem assim, não.

"Ela, na verdade, nasceu de uma confraternização de trabalho. Nós sempre saíamos pra jantar e nesses encontro entre amigos surgiu a música. Mas, mesmo não sendo feita diretamente para a Claudia, eu dedico essa música para ela. Ela é um mulher linda e incrível, como tantas outras mulheres brasileiras que merecem todos os dias serem homenageadas", diz o compositor, ciente de que regravar uma música pode desagradar os fãs. "Os riscos e o cuidado são grandes. Ela é uma musica que as pessoas gostam. Colocar uma ou duas coisas a mais poderia ser perigoso. Mas nós só pensamos em agradar as pessoas e graças a Deus acho que gostaram".

Duas décadas atrás

Parece incrível, mas o Raça Negra já tem 36 anos de carreira: começou em 1983 nos bares da Zona Leste paulistana. O grupo segue na estrada, tem vários planos para 2019 (alguns ainda são surpresa) e, no momento, estão divulgando material exclusivo para as redes sociais da plataforma de streaming Deezer. Num dos vídeos, Luiz Carlos apresenta-se como cardiologista e atende fãs com problemas no coração.

Entre um show e outro, Luiz Carlos diverte-se lembrando do começo do sucesso do grupo na década de 1990 - um período cuja produção musical está ganhando fãs bem jovens hoje em dia. "Ouvir a nossa música pela primeira na rádio FM foi muito especial. Quando começamos, o sambista era associado a botecos, a malandragem. Nós viemos com uma proposta nova, que era falar de amor. Até porque a palavra malandro significa 'aquele que não trabalha', 'vadio'. E nós nunca fomos e seremos esse tipo de malandro. Nós só queríamos que o samba foi visto com respeito e que a nossa musica fosse apreciada, e que isso perpetuasse por muitos e muitos anos", afirma.

 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Raça Negra Divulgação
Raça Negra Divulgação

Comentários