Lúcio Mauro Filho conta como foi se descolar do Tuco, de 'A Grande Família'

No ar em 'Bom Sucesso', ator tinha receio de ficar rotulado com o personagem de humor

Por Gabriel Sobreira

Lúcio Mauro Filho revela preocupação em sair da zona de conforto
Lúcio Mauro Filho revela preocupação em sair da zona de conforto -

Rio - Foram 13 anos vivendo Tuco, um garotão que não queria saber nem de trabalho nem de estudo em 'A Grande Família' (2001-2014), da Globo. "Quando 'A Grande Família' completou dez anos, eu já estava desesperado. Mesmo amando, para mim, eu já tinha cumprido a minha função. Tinha entrado com 25 anos, já estava com quase 40", lembra Lúcio Mauro Filho, hoje com 45 anos, no ar em 'Bom Sucesso', da Globo.

O intérprete do filho de Lineu (Marco Nanini) e Nenê (Marieta Severo) costumava falar que ia passar tanto tempo no humorístico que pularia direto de filho para avó. Não daria nem tempo de fazer um (papel de) pai. "E a profecia se concretizou em 'Malhação: Viva a Diferença' (2017), eu fui avô, nasceu o 'meu neto' lá (risos). Para você ver como temos que tomar cuidado com as coisas que jogamos para o universo", alerta, aos risos.

HUMOR

Na novela das 19h da Globo, Lucinho vive Mário, editor-chefe da Prado Monteiro, eterno apaixonado por Nana (Fabiula Nascimento), de quem é amigo desde a infância. O rapaz nutre esperança de conquistá-la. O ator explica que, por ser comediante, já tem uma tendência para esse tipo de inclinação para o humor em seus personagens. "Nessa minha volta às novelas, essa é uma preocupação que eu tenho que ter, de não cair naquele lugar que todo mundo já conhece, está acostumado e gosta; e tudo bem", avalia ele.

RÓTULO

Assim que terminou 'A Grande Família', Lúcio Mauro Filho recebeu duas propostas de trabalho. Em ambas, o personagem não queria virar adulto. "A pessoa te coloca um rótulo", destaca o ator, que escolheu fazer, na época, o seriado 'Chapa Quente'. "Era humor, mas um personagem totalmente diferente: um policial, machista, homofóbico. Achei que seria legal para matar o Tuco, no sentido de fazer as pessoas enxergarem outras possibilidades no ator Lucinho. Quando vi aquele policial bigodudo e escroto, falei que era bom e foi", analisa.

Apesar de ser muito lembrado em séries e seriados, Lúcio traz no currículo novelas como 'A Viagem' (1994) e 'Andando nas Nuvens' (1999). "Tudo papel pequeno. 'Malhação' foi a primeira vez em que eu era um personagem da trama principal", lembra. Ele nunca escondeu o desejo de voltar a atuar no formato que é o carro-chefe da Globo. "Para um ambiente de novela, mesmo sendo um veterano, eu sou um novato. O público estava desacostumado de me ver na dramaturgia, no registro mais realista", frisa.

 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Lúcio Mauro Filho revela preocupação em sair da zona de conforto Globo / Victor Pollak
Agostinho (Pedro Cardoso), Bebel (Guta Stresser), Florianinho (Vinícius Moreno), Tuco (Lúcio Mauro Filho), Nenê (Marieta Severo) e Lineu (Marco Nanini) Globo/Paulo Belote
Mário (Lúcio Mauro Filho) Globo/Victor Pollak
Lúcio Mauro Filho Globo / Reginaldo Teixeira

Comentários