Postura de Drauzio Varella em reportagem com mulher trans causa comoção e rende elogios

Médico mostrou a rotina das mulheres trans que vivem em presídios no 'Fantástico'

Por O Dia

Drauzio Varella abraça mulher trans que não recebe visitas há sete ou oito anos na cadeia
Drauzio Varella abraça mulher trans que não recebe visitas há sete ou oito anos na cadeia -
Rio - Drauzio Varella comoveu o público com sua sensibilidade em reportagem exibida no "Fantástico", na noite deste domingo. Na matéria, o médico mostrou a rotina de mulheres trans que vivem em presídios e foi muito elogiado por sua postura com as entrevistadas. O nome de Drauzio chegou a ficar em primeiro lugar nos tópicos mais comentados do Twitter. 

Galeria de Fotos

Drauzio Varella abraça mulher trans que não recebe visitas há sete ou oito anos na cadeia Reprodução / TV Globo
Drauzio Varella diz que Brasil tem epidemiologia muito organizada: 'Orgulho do SUS' Reprodução
Dráuzio Varella Divulgação
O médico Drauzio Varella Globo/ Reinaldo Marques
Drauzio palestrou sobre o tema Divulgação
Um dos momentos que emocionou o público foi quando o médico perguntou a uma das detentas quando foi a última vez em que ela recebeu uma visita. A mulher respondeu que foi há uns sete ou oito anos. Ficou um silêncio no ar, que foi quebrado por Drauzio. "Que solidão né, minha filha", disse o médico, que logo em seguida puxou a mulher para um abraço. 
"Acabei de ver a reportagem do Drauzio Varella, tudo foi muito emocionante. 7 anos sem uma visita, HIV por falta de camisinha, casamento feliz. Mas uma trans dizer que tinha mais liberdade na cadeia do que fora, isso é de cortar o coração. Até quando mundo? Até quando?#Fantastico", escreveu um internauta no Twitter. 
"Drauzio Varella, o senhor é sensacional", disse outra pessoa. "Nó na garganta. Drauzio Varella levando um pouco de afeto pra quem está desamparado. Respeito demais!", escreveu um telespectador nas redes sociais. 

Comentários