Lary Bottino abriu o jogo sobre assédio que sofreu no reality 'De Férias com o Ex'Reprodução/Instagram

Rio - Lary Bottino, que entrou em "A Fazenda 13" após a desistência de Fernanda Medrado, relatou na última segunda-feira (04) que foi vítima de assédio durante as gravações do programa "De Férias com o Ex". A influenciadora digital contou que, em uma das temporadas que participou, um dos colegas de confinamento lhe tocou após uma noite de festas. "Eu tava louca [bêbada] e senti como se ele passasse a mão no meu desenho [curvas dos corpo]", revelou ela, sem citar nomes. 
"Que filho da mãe", disse um dos peões. "No outro dia, eu não tinha coragem de falar com ninguém sobre o aconteceu. Aí, depois eu falei com ele, ele pediu perdão e disse que não lembrava, só que ele não bebe”, completou a influenciadora, que foi acusada de se apropriar sem pedir de objetos de Yasmin Alves.
“E a produção do programa não fez nada?”, questionou Marina Ferrari. “Então, eles disseram que se eu ficasse falando alto no microfone eu ia ter que sair para delegacia com ele”, contou Lary, dando a entender que a MTV a aconselhou a não expor o caso. Os peões comentaram que o mesmo pode ter acontecido na atual temporada do reality rural com Nego do Borel, que foi expulso acusado de assediar Dayane Mello. Entretanto, o PlayPlus mudou de câmera e a história da peoa ficou sem desfecho. Toda essa conversa sobre o assédio rolou enquanto os peões de "A Fazenda 13" esperavam o anúncio do resultado da dinâmica patrocinada para promover o filme "Venom: Tempo de Carnificina".