Mais Lidas

Recuperação judicial bate recorde em 2016

Foram registrados 1.863 requerimentos

Por thiago.antunes

Rio - O número de recuperações judiciais no ano passado foi o maior em uma década, batendo recorde, de acordo com pesquisa divulgada ontem pela Serasa Experian. Em 2016, foram registrados 1.863 requerimentos, o maior volume desde 2006, após a entrada em vigor da Nova Lei de Falências.

O número de pedidos de recuperação judicial em 2016 também foi 44,8% maior do que em 2015, quando foram registradas 1.287 ocorrências, e 125% superior a 2014, com 828 demandas.

O quadro recessivo da economia brasileira no último ano prejudicou a entrada de recursos no caixa das empresas. Assim, houve deterioração da saúde financeira das companhias, ocasionando patamar recorde dos pedidos de recuperações judiciais, segundo avaliação da Serasa Experian.

As micro e pequenas empresas lideraram os requerimentos de recuperação judicial, com 1.134 demandas, seguidas pelas médias, com 470, e grandes, com 259. A pesquisa verificou aumento de 22,9% nos requerimentos de recuperação judicial em dezembro ante novembro. Em 2016 foram 1.852 pedidos de falência em todo o País, um aumento de 3,9%.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia