Mais Lidas

Trabalhadores vão pedir aposentadoria pela Internet

A partir de setembro, segurados do INSS poderão dar entrada no benefício pela internet e, inclusive, enviar documentos para agilizar o processo de concessão

Por MARTHA IMENES

Trabalhadores e aposentados podem realizar serviços pela internet%2C o que vai desafogar as agências do INSSFabio Rodrigues Pozzebom/ ABR

Rio - O trabalhador da iniciativa privada do Rio que contribui para a Previdência poderá pedir aposentadoria na página da autarquia na internet a partir de setembro, quando for implantado o INSS Digital. No endereço eletrônico, (sem utilizar o www), https://meu.inss.gov.br, os segurados terão como, inclusive, enviar cópia digitalizada de documentos necessários para concessão de serviços e benefícios.

A ferramenta é um dos investimentos do instituto para desafogar o fluxo de atendimento nas agências. Em março, o presidente do INSS, Leonardo Gadelha, chegou a afirmar haveria aposta em novas tecnologias, como aplicativos móveis, visando facilitar a vida dos usuários.

 

Antes de qualquer acesso à pagina, um fato importante a ressaltar é que todos os serviços das plataformas digitais — os que já são oferecidos e os que ainda serão disponibilizados — são feitos por meio de uma senha feita diretamente na internet. No primeiro quadro ao lado está o passo a passo de como cadastrar e validar o serviço.

Passo a passo

Mas como utilizar? Ao entra na página httpps://meu.inss.gov.br, entre no ícone “agende seu atendimento”, em seguida clique em “agendar”. Abrirá uma outra página onde está escrito “protocolo de atendimento” e logo abaixo “requerer” com um espaço em branco e uma setinha, ao clicar nela o segurado tem várias opções de atendimento, entre elas a “aposentadoria por idade urbana” e a “aposentadoria por tempo de contribuição”.

 

Selecione qual se encaixa no seu perfil. Logo depois abrirá uma outra aba em que são informados os requisitos para esse tipo de benefício e a opção de enviar os documentos pela internet para o INSS.

De acordo com o site, para digitalizar e mandar documentos existem algumas recomendações como formato do documento, por exemplo. Para facilitar, O DIA listou no segundo quadro ao lado a relação de documentos que podem ser enviados pela internet.

Após escolher o serviço, é preciso clicar em avançar, na aba seguinte é preciso preencher todos os dados de quem vai pedir a aposentadoria. Nesta mesma página, logo abaixo, do lado esquerdo está escrito “arquivos”.

Neste campo todos os documentos digitalizados devem ser anexados. É bem simples: no botão “selecionar” clique em qual arquivo salvo no computador deseja enviar.

Após juntar todos os documentos, clique em avançar. Aparecerá uma página onde todos os dados preenchidos vão aparecer. Avance novamente e, por fim, abrirá a página onde o trabalhador terá o “comprovante de requerimento”.

Validação da senha

?Para acessar todos os serviços oferecidos nas plataformas digitais do INSS, como consultar extrato de pagamento do mês, atualizar endereço, acompanhamento de pedidos de benefício, revisão e simulação para quem está prestes a se aposentar, por exemplo. Todos esses serviços estão disponíveis no endereço eletrônico na internet www.servicos.inss.gov.br.

Para o segurado que ainda não dispõe de senha e login é preciso fazer um cadastro para ter acesso ao sistema da Previdência Social.

O trabalhador deve clicar no ícone “cadastrar senha”. Nele, aparecerão campos onde devem ser colocados o número do CPF, nome do segurado, data de nascimento, nome da mãe e naturalidade.

Após preencher todos os dados, em seguida aparecerá uma mensagem informando número de acesso, que deve ser informado na Central 135.

Só depois de validado pela Central de Atendimento 135, os serviços do INSS poderão ser acessados pelo segurado.

Caso as perguntas feitas pelos atendentes do INSS não sejam compatíveis com as informações que constam no cadastro, o segurado terá que ir a um posto para cadastrar a senha de acesso para internet. O procedimento, segundo o INSS, é para evitar fraudes.

Confira formato dos documentos

 

Os documentos a serem enviados pela internet devem ter os seguintes formatos: .PDF; .PNG; .BMP; .JPG; .JPEG; .TXT; .RTF; .DOC; .DOCX; .ODT.

Imagens tem que ser coloridos 24 bits e qualidade 150 DPI.

 

O tamanho de cada arquivo não pode exceder a 5MB. A soma dos tamanhos dos arquivos anexados não pode exceder a 30 MB.

O instituto orienta o segurado a colocar o documento em uma superfície plana e em local iluminado caso vá fazer uma foto dele para enviar.

A imagem precisa estar completamente nítida. Ao salvar o arquivo no computador é indicado o segurado usar o formato PDF.

Quem não está familiarizado com a informática precisará de ajuda. Os originais deverão ser apresentados no dia do atendimento.

Pode ser digitalizado o requerimento assinado/procuração ou termo de representação, identidade e CPF do procurador ou representante.

Documentos pessoais do solicitante/instituidor/dependentes também são enviados pela internet.

Documentos referentes às relações previdenciárias, como Carteira de Trabalho, Certidão de Tempo de Contribuição, carnês, formulários de atividade especial, documentação rural, etc, também podem ser enviados pela internet.

 

Outros documentos não relacionados e que o cidadão queira adicionar como por exemplo simulação de tempo de contribuição e petições.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia