Contas de luz ficarão mais caras em agosto: saiba como economizar

Cobrança será de R$ 4 a cada 100 kWh na bandeira vermelha no mês que vem

Por Larissa Esposito*

Medidas simples ajudam a manter o valor baixo da conta de luz
Medidas simples ajudam a manter o valor baixo da conta de luz -

Rio - Alerta vermelho para a conta de luz no próximo mês. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) divulgou ontem que a bandeira tarifária será vermelha, no patamar 1, com a cobrança a mais de R$4 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. Com isso, no inverno, o chuveiro elétrico pode ser um dos vilões do consumo. Para economizar, O DIA dá dicas de como o leitor pode evitar mais gastos. Este mês, a tarifa extra é a amarela, que cobra R$ 1,50.

A saída é não tomar banhos demorados e em horários de pico (das 18h às 21h). Além disso, para prevenir acidentes, utilize resistências originais e não faça adaptações. Uma pessoa que usa um chuveiro com a potência de 3.500 W, por 30 minutos diariamente, consome 52 kWh em um mês.

Quanto à geladeira e ao freezer, é aconselhável evitar abrir a porta várias vezes e desligar da tomada quando não estiverem em uso, além de regular corretamente o termostato. Juntos, os dois eletrodomésticos,de 200 W e 300 W respectivamente, consomem 148 kWh.

Iluminação e instalações elétricas também devem ser controladas para não ter desperdícios. O recomendável é a substituição das lâmpadas incandescentes por fluorescentes, já que essas consomem até 75% a menos e têm maior durabilidade. Manter uma lâmpada incandescente de 100 W acesa por 12 horas, durante um mês, resulta em consumo de 36 kWh.

Outras medidas mais simples ajudam a manter o valor baixo da conta, como desligar as luzes e aparelhos. Uma televisão de 20 polegadas, com potência de 90 W, gasta 16,2 kWh se for assistida por seis horas durante 30 dias.

Controlar o consumo da água contribui para a economia. Por isso, vale fechar as torneiras quando não estiverem em uso e juntar grande quantidade de roupas para lavar de uma só vez. Uma máquina de lavar com potência de 500 W gasta 15 kWh se for usada por uma hora durante um mês. Já um ferro elétrico automático de mil W, no mesmo período, consome 30 kWh.

Pela simulação, uma pessoa sozinha gasta quase 300 kWh por mês. Nesse caso, o consumidor terá que pagar a conta e a tarifa excedente poderá chegar R$ 12.

No site da Light, o cliente tem a opção de simular o consumo de energia e deduzir o valor da conta. Basta acessar http://www.light.com.br/para-residencias/Simuladores/consumo.aspx e informar os dados.

*Estagiária sob supervisão de Max Leone.

Galeria de Fotos

Medidas simples ajudam a manter o valor baixo da conta de luz Daniel Castelo Branco
Cálculo para acionamento das bandeiras tarifárias leva em conta, principalmente, dois fatores: o risco hidrológico e o preço da energia Arquivo/Agência Brasil

Comentários