Sede do Spotify fica em Estocolmo, mas empresa tem cotação na Bolsa de Nova York - Reprodução
Sede do Spotify fica em Estocolmo, mas empresa tem cotação na Bolsa de Nova YorkReprodução
Por AFP
A empresa sueca Spotify, líder mundial do streaming de música, anunciou nesta quarta-feira que seu prejuízo triplicou em 2020 devido ao aumento de gastos de funcionamento, parcialmente compensados pelo aumento de assinantes.

No ano passado, o Spotify registrou um volume de negócios de quase 9,52 bilhões de dólares, 16,5% a mais que em 2019. Mas as perdas triplicaram e atingiram 700 milhões de dólares.

O número de usuários ativos alcançou 345 milhões (+27% em um ano) no fim de dezembro. Principal fonte de receita da empresa, os assinantes pagos são agora 155 milhões (+24%), indica o grupo em seu balanço anual.

A sede do Spotify fica em Estocolmo, mas a empresa tem cotação na Bolsa de Nova York.

"Acreditamos que a pandemia (...) pode ter contribuído positivamente para o avanço de novas assinaturas", destaca o grupo em um comunicado.

Para 2021, a empresa espera uma perda operacional de entre 241 e 360 milhões de dólares.