Desafeto, jornalista não defende prisão de Danilo Gentili: 'Gostaria de vê-lo capinar grama'

José Trajano foi processado por criticar o humorista

Por O Dia

José Trajano
José Trajano -

Rio - O jornalista José Trajano comentou a condenação à prisão por injúria do humorista Danilo Gentili. Os dois se envolveram em uma polêmica em 2016, quando o humorista se disse atacado em sua honra após Trajano afirmar ao vivo na ESPN que o humorista fazia apologia ao estupro. O jornalista afirmou que não defende a prisão de Gentili.

"Eu gostaria de vê-lo condenado, mas não na cadeia e sim cumprindo penas alternativas, capinando um terreno, trabalhando em um orfanato, em um asilo, trabalhando de verdade", afirmou o jornalista.

José Trajano acabou sendo absolvido em duas instâncias. Gentili foi condenado em processo movido pela deputada federal Maria do Rosário (PT-RS). "Eu sei que tem gente vibrando, mas, por mais que eu discorde e sinta nojo dele, prisão é um pouco demais.", disse Trajano.

O processo que o apresentador do "The Noite", do SBT, moveu contra Trajano foi consequência de uma crítica feita à ESPN, que convidara Gentili a participar de uma edição do "Bate-Bola". "O canal abrigou esta semana um personagem engraçadinho, que se porta como um sujeito que faz apologia do estupro. Em nome do humor, dizendo que no humor cabe tudo", afirmara o jornalista na ocasião.

Galeria de Fotos

José Trajano Reprodução
Humorista Danilo Gentili Reprodução / SBT
Danilo Gentili DIVULGAÇÃO
Danilo Gentili Divulgação

Comentários