Corpo de delito não detecta lesão nas partes íntimas de modelo que acusa Neymar

Único ferimento apontado no exame foi no dedo de Najila Trindade

Por O Dia

Najila Trindade
Najila Trindade -
Rio - O exame de corpo de delito realizado pela modelo Najila Trindade, que acusa o jogador Neymar de estupro, não detectou lesão nas partes íntimas. Ela foi submetida ao procedimento no último dia 31, logo após prestar queixa contra o atacante. As informações são do portal "UOL".
O único ferimento apontado pelo laudo, que já foi encaminhado à Polícia Civil, foi em um dos dedos da modelo. 
VEJA TAMBÉM:
O resultado do corpo de delito, no entanto, é diferente do exame particular apresentado por Najila, realizado no dia 21 de maio, seis dias após o suposto estupro, em um consultório no Hospital Albert Einsten, em São Paulo. Nele, o médico gastrologista afirma que encontrou lesões nas nádegas e na coxa.
O médico responsável pelo laudo foi ouvido na última quinta-feira pela delegada que conduz o caso, mas não quis dar detalhes de seu depoimento em razão do sigilo das investigações.

Comentários