Ex-Vasco, Fluminense e Botafogo, Carlos Alberto registra denúncia de racismo em final da Copa América

Ex-meia, de 34 anos, fez denuncia no Jecrim

Por O Dia

Carlos Alberto
Carlos Alberto -
Rio - O ex-jogador Carlos Alberto, de 34 anos, registrou ter sido vítima de racismo no Maracanã, enquanto acompanhava a final da Copa América, neste domingo, entre Brasil e Peru. De acordo com informações do Jecrim, o ex-meia deixou a arquibancada na metade do segundo tempo para registrar o caso.
Carlos Alberto acompanhava a decisão, quando teria sido ofendido por um torcedor. O acusado foi retirado do Maracanã por seguranças do próprio estádio ao posto da Polícia Civil.
O ex-jogador, de 34 anos, encerrou recentemente a sua carreira profissional. Ele jogou por grandes clubes do futebol brasileiro como: Botafogo, Fluminense, Vasco, Corinthians e Grêmio.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários