Repórter demitido pela Globo teria prestado depoimento sobre 'Caso Neymar'

Ele teria dito que sua participação seria irrelevante

Por O Dia

Mauro Naves
Mauro Naves -
Rio - Demitido da Rede Globo, por conta do seu envolvimento no caso envolvendo a acusação recebida por Neymar de estupro, o repórter Mauro Naves foi uma das pessoas intimadas a prestar depoimento no inquérito que a Polícia Civil abriu para apurar denúncia. De acordo com o portal "UOL", o fato aconteceu no último dia 7.
De acordo com a reportagem, Mauro teria ditoque sua participação no caso é "irrelevante". Ainda assim, o envolvimento fez ele ser afastado pela Rede Globo da cobertura da Copa América em um primeiro momento e depois acabou selando a sua demissão.
O caso corre na 11ª Delegacia de Polícia. O repórter teria contado que o depoimento transcorreu sem polêmicas. Mas ele teria preferido não revelar detalhes sobre o que os investigadores queriam saber. 

"Nessa briga entre os advogados dos dois lados, minha participação é irrelevante. Na delegacia, fui recebido de forma muito respeitosa e, de maneira muito tranquila, respondi a tudo que me foi perguntado. E como [a investigação] corre em sigilo de Justiça, me comprometi a não divulgar o teor das perguntas e respostas. E assim farei. Mas saiba que nada aconteceu de excepcional", teria informado o repórter ao portal "UOL".
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários