Ex-repórter relembra saída da Globo e afirma que foi 'perseguido' dentro da emissora

Jornalista teve uma saída polêmica da emissora

Por O Dia

O repórter Thiago Asmar deixou a TV Globo em 2015, após se envolver em uma polêmica com Carol Muniz, ex-namorada de Marco Polo Del Nero, então presidente da CBF. Atualmente, comanda o canal "Pilhado" no Youtube.
O repórter Thiago Asmar deixou a TV Globo em 2015, após se envolver em uma polêmica com Carol Muniz, ex-namorada de Marco Polo Del Nero, então presidente da CBF. Atualmente, comanda o canal "Pilhado" no Youtube. -
Rio - O jornalista Thiago Asmar resolveu fazer um vídeo na última segunda-feira para falar sobre sua saída da TV Globo. O dono do canal "Pilhado" afirmou ter sido perseguido dentro da emissora por "pessoas que não queriam o seu bem".
"Eu tive um erro grande na minha vida pessoal, e isso interferiu um pouco na minha carreira dentro da TV Globo. E eu passei a ser muito prejudicado por pessoas, talvez pessoas que não queiram o meu bem, pessoas que fizeram de tudo para me prejudicar, que tentaram de tudo, até me tirar do vídeo, me tirar da reportagem da TV Globo. E o que aconteceu? Consegui dar a volta por cima diante dessas pessoas dentro da TV Globo fazendo uma série de reportagens na qual eu fazia um pouco da realidade dos atletas de alto rendimento", disse Thiago.
O ex-repórter também relembrou a série que elaborou para a emissora, onde realizou pré-temporada em um clube de futebol e se preparou para uma luta de MMA ao lado de José Aldo. Segundo ele, mesmo fazendo sucesso, o projeto foi derrubado.
"Quando essa série começou a explodir, arrumaram um jeito de cortar essa série, alegando desculpas esfarrapadas, porque naquele momento, muita gente lá dentro não queria me ver crescer novamente. Ali, tiraram meu chão, quando eu tava achando que pronto, tinha dado a volta por cima, passado por cima das dificuldades, das pessoas que queriam meu mal. As pessoas que queriam meu mal conseguiram me derrubar de novo, conseguiram de novo me deixar triste, tiraram minha série do ar", afirmou.
"Fui chamado na sala de um chefe, que não vou falar nome, e ele me falou que eles decidiram que eu não seria mais repórter de vídeo, que eles queriam me tornar produtor novamente, que foi minha função na época que entrei na Globo. Ou seja, além de tirarem minha série do ar, eles não queriam mais que eu fosse repórter de vídeo, que eu aparecesse na televisão fazendo reportagens. Queriam que eu trabalhasse só por trás das câmeras como produtor. Ou seja, estavam fazendo de tudo pra me enfraquecer, tirar minha autoestima, minha confiança", completou Asmar.
Confira o vídeo completo:
Em nota, a TV Globo respondeu as afirmações feitas pelo seu ex-funcionário. Confira o texto:

"Ao contrário do que foi informado no vídeo, o repórter Thiago Asmar foi desligado da Globo em outubro de 2017 por decisão da emissora. A Globo reitera que todos os seus colaboradores são tratados com respeito e profissionalismo."

Comentários