Chateado, brasileiro desabafa após Shakhtar recusar oferta do Milan: ‘Sonho foi cancelado’

Há dez anos na Ucrânia, ele tinha o desejo de deixar o país para atuar em outro centro do futebol

Por O Dia

Taison queria deixar o futebol ucraniano
Taison queria deixar o futebol ucraniano -
Ucrânia - Apontado como opção para reforçar clubes do futebol italiano, como Roma e Milan, o brasileiro Taison deve permanecer na Ucrânia, vestindo a camisa do Shakhtar Donetsk. De acordo com o jornal italiano "Gazzetta dello Sport", ambas as equipes desistiram de contratar o atacante, após o time ucraniano pedir 30 milhões de euros (cerca de R$ 137 milhões), para concretizar a venda.

Chateado com o fim das negociações, Taison desabafou nas redes sociais.

"Parabéns por terem acabado com o meu sonho! Outra vez o sonho foi cancelado”, publicou o jogador nos stories do Instagram.

Há quase dez anos na Ucrânia, Taison tinha o desejo de atuar em um outro centro do futebol. O jogador chegou ao país em 2010, para atuar pelo Metalist.

Comentários