Após acesso, torcedor invade estádio e beija árbitro que marcou pênalti polêmico

Com resultado, Náutico retornou à Série B

Por O Dia

Leandro Vuaden recebe beijo de torcedor
Leandro Vuaden recebe beijo de torcedor -
Recife - O Náutico está de volta à Série B. E o acesso da equipe ficou marcado por uma lance polêmico. O árbitro Leandro Pedro Vuande marcou uma penalidade bem inusitada para a equipe do Recife nos acréscimos. Após o Náutico converter a cobrança, a vaga veio em uma disputa por penalidades, depois do término do tempo normal. Na comemoração do acesso, um torcedor do Timbu invadiu o gramado e comemorou com direito a beijo no juiz do jogo. O momento do "agradecimento" foi registrado pelo torcedor. 
Na decisão da vaga nos pênaltis, o clube pernambucano marcou cinco vezes, enquanto o time paraense marcou três. Hélio do Anjos, técnico do Paysandu, comentou de forma ríspida sobre a arbitragem.
"Ele deu um pênalti que todo mundo está falando que não foi pênalti. Fomos penalizados pela arbitragem. O prejuízo é muito grande, é cerca de R$ 20 milhões e quem vai pagar por isso? Revoltante. A arbitragem brasileira vai pagar por isso? Não. Quem vai pagar é o clube. Hoje o meu time foi roubado aqui", falou o treinador.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários