Quatorze leões escapam de parque na África do Sul

As autoridades pedem alerta à população. Os animais foram vistos nas proximidades de uma mina de fosfato, perto da cidade de Phalaborwa, no limite oeste do Parque Kruger

Por AFP

Foto ilustrativa: um grupo de 14 leões à solta perto do Parque Nacional Kruger, na África do Sul, precisa ser urgentemente recapturado
Foto ilustrativa: um grupo de 14 leões à solta perto do Parque Nacional Kruger, na África do Sul, precisa ser urgentemente recapturado -
Joanesburgo - Quatorze leões perambulavam perto de uma cidade no nordeste da África do Sul depois de escaparem do Parque Nacional Kruger. As autoridades pedem alerta à população. Os animais foram vistos nas proximidades de uma mina de fosfato, perto da cidade de Phalaborwa, no limite oeste do Parque Kruger. Não se sabe desde quando os felinos estão soltos.

"Pedimos aos trabalhadores da mina de Foskor e à população que permaneçam vigilantes", alertou o Ministério do Meio Ambiente e Turismo da província de Limpopo, onde o parque está localizado. As autoridades da província e do parque não entraram em acordo sobre como levar os animais de volta à reserva.

Em uma reunião, concluiu-se que os leões tinham de ser capturados e levados para o Kruger, disse o Ministério. O parque acredita, porém, que essa medida não será eficaz.

"Eles vão voltar a escapar, e outros leões que dominam a região vão expulsá-los", disse o porta-voz do Kruger, Ike Phaahla, segundo a rede de televisão SABC.

"Temos que identificar um parque natural para onde (os leões) possam ser levados para que estabeleçam seu próprio território", explicou.

Até que o assunto seja resolvido, os felinos "representam um perigo para aqueles que trabalham na área", alertou.

Na quarta-feira à noite, um leopardo do Parque Kruger atravessou uma cerca elétrica e invadiu um local da equipe da reserva, onde matou um menino de dois anos.

Comentários