Homem morre em acidente com patinete elétrico em Paris

Jovem, que segundo uma das fontes não respeitou a prioridade à direita, chegou a ser levado para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos, informaram os Bombeiros

Por AFP

Uso de patinetes elétricos na ciclovia da Avenida Brigadeiro Faria Lima, em São Paulo
Uso de patinetes elétricos na ciclovia da Avenida Brigadeiro Faria Lima, em São Paulo -
Paris - Um homem de 25 anos que circulava de patinete elétrico morreu na segunda-feira ao bater contra com caminhão em Paris, informaram fontes próximas ao caso nesta terça-feira.

O jovem, que segundo uma das fontes não respeitou a prioridade à direita, chegou a ser levado para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos, informaram os Bombeiros.

Os patinetes elétricos apareceram há um ano em Paris e já somam cerca de 20 mil. Ainda não existe regulamentação para o uso do aparelho, que está envolvido em polêmica sobre a sua periculosidade.
Ainda sem regras, patinetes elétricos invadem cidades e viram febre no Brasil
Quem anda pelo centro de grandes cidades como Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília, certamente, já esbarrou em patinetes elétricos, verdes ou amarelos, aparentemente largados pelas esquinas ou calçadas. A alternativa de transporte surgiu de forma discreta, levantando a curiosidade do brasileiro e, aos poucos, começou a cair no gosto popular, transformando-se em “febre”. Desde a chegada do serviço de aluguel desses equipamentos, é comum ver pessoas circulando rapidamente entre os pedestres ou mesmo entre os carros em pequenos patinetes elétricos.

Galeria de Fotos

Carga roubada de patinetes elétricos é encontrada em Ramos por policiais militares da UPP Adeus Divulgação/PMERJ
Uso de patinetes elétricos na ciclovia da Avenida Brigadeiro Faria Lima, em São Paulo Rovena Rosa/Agência Brasil

Comentários