Terremoto na China deixa doze mortos e 134 feridos

Grupos de resgate trabalham na zona do epicentro, situado próximo à cidade de Yibin, informou a agência de notícias Nova China

Por AFP

O número de vítimas do terremoto de magnitude 6,0 no sudoeste da China subiu para 12 mortos e 134 feridos em 18 de junho. sobreviventes de edifícios destruídos
O número de vítimas do terremoto de magnitude 6,0 no sudoeste da China subiu para 12 mortos e 134 feridos em 18 de junho. sobreviventes de edifícios destruídos -
Pequim - Um terremoto de 6 graus de magnitude sacudiu nesta segunda-feira a província de Sichuan, no sudoeste da China, deixando doze mortos e 134 feridos, anunciou a imprensa estatal. Grupos de resgate trabalham na zona do epicentro, situado próximo à cidade de Yibin, informou a agência de notícias Nova China.

As vítimas estão nos distritos de Changning e Gongxian, e a cidade de Yibin, onde um hotel desmoronou, foi a mais atingida. A televisão estatal CCTV exibiu imagens de socorristas retirando um sobrevivente dos escombros e sendo colocado em uma ambulância.

Galeria de Fotos

O número de vítimas do terremoto de magnitude 6,0 no sudoeste da China subiu para 12 mortos e 134 feridos em 18 de junho. sobreviventes de edifícios destruídos AFP
Uma mulher ferida reage perto de prédios danificados pelo terremoto em Yibin, na província de Sichuan, no sudoeste da China, em 18 de junho de 2019 AFP
Equipes de resgate executam um ferido de um prédio danificado pelo terremoto em Yibin, na província de Sichuan, no sudoeste da China, em 18 de junho de 2019 AFP
Equipes de resgate buscam sobreviventes do terremoto nos destroços de um prédio em Yibin, na província de Sichuan, no sudoeste da China, no dia 18 de junho de 2019 STR / AFP


Segundo a agência estatal Nova China, mais de 300 bombeiros foram enviado à região de Yibin para auxiliar na busca de sobreviventes. Também foram enviadas cerca de 5 mil barracas de campanha e 10 mil camas dobráveis.


Ao menos 4 mil pessoas foram levadas para centros de acolhimento devido aos danos em numerosos prédios em Yibin, informou o governo local. O tremor ocorreu às 22h55 local (11h55 Brasília), a uma profundidade de 16 km, segundo o Centro Chinês de Terremotos, e foi seguido por quatro abalos secundários, o maior de 5,1 graus.

O sistema americano de monitoramento geológico calculou em 5,8 graus de magnitude o terremoto, e previu "danos extensivos" na zona afetada. A região de Sichuan é abalada com frequência por terremotos. Em 2008, um tremor de 7,9 graus deixou 87 mil mortos ou desaparecidos na região.

Comentários