Exército dos EUA lança com sucesso drone espacial para pesquisa científica

Missão permitirá testar os efeitos da radiação em sementes e as reações de certos materiais no espaço, afirmou Barrett,que supervisiona a nova Força Espacial americana, sem dar mais detalhes

Por AFP

Força Aérea dos EUA, em 17 de maio, lançou o drone de alta tecnologia X-37B, colocando o veículo reutilizável em órbita para sua sexta missão secreta no espaço
Força Aérea dos EUA, em 17 de maio, lançou o drone de alta tecnologia X-37B, colocando o veículo reutilizável em órbita para sua sexta missão secreta no espaço -
Washington - Um drone espacial do exército dos Estados Unidos decolou com sucesso da base de Cabo Canaveral, na Flórida, dando início a uma missão científica de vários meses de duração.
A missão permitirá testar os efeitos da radiação em sementes e as reações de certos materiais no espaço, afirmou Barrett sem dar mais detalhes.
Um terceiro experimento desenvolvido por um laboratório de pesquisa da Marinha dos Estados Unidos "transformará a radiação solar em energia radioelétrica e estudará a maneira de transferir essa energia para a Terra", acrescentou Barrett, que supervisiona a nova Força Espacial americana.
"Parabéns à sexta missão da nave reutilizável X-37B", escreveu em sua conta do Twitter o secretário de Defesa, Mark Esper, pouco depois do lançamento.

Um foguete Atlas V partiu com o veículo orbital não tripulado X-37B, também conhecido como veículo de teste orbital (OTV), artefato que realizou seu primeiro voo em 2010.

O X-37B, que até agora estava envolto em uma capa secreta, implantará um pequeno satélite FalconSat-8 que conduzirá experimentos em órbita, anunciou a secretária da Força Aérea americana, Barbara Barrett, durante um seminário online realizado em 6 de maio, no qual foi anunciado o lançamento.

O X-37B, que se parece com a clássica nave espacial dos EUA, a última que voou em julho de 2011, possui nove metros de comprimento e uma envergadura de 4,5 metros.

O Pentágono divulgou fotos do dispositivo no dia do anúncio de seu lançamento e até agora está sendo muito discreto sobre suas missões e capacidades.

A missão anterior do X-37B terminou em outubro de 2019, após 780 dias em órbita.

Comentários