Temer e ministros se reúnem para avaliar desbloqueio de rodovias

Após a reunião, os ministros devem divulgar, em entrevista coletiva, um balanço das ações

Por Agência Brasil

Na Rodovia Washington Luiz, em Caxias, caminhões ocuparam a faixa lateral próximo à Reduc, mas houve interdição total em alguns momentos
Na Rodovia Washington Luiz, em Caxias, caminhões ocuparam a faixa lateral próximo à Reduc, mas houve interdição total em alguns momentos -

Brasília - O presidente Michel Temer e ministros do gabinete de crise, criado para monitorar a paralisação dos caminhoneiros, participam na manhã deste sábado de uma reunião no Palácio do Planalto para avaliar a efetividade das medidas tomadas para liberar as rodovias e reabastecer o país com os produtos retidos nos caminhões. Entre essas medidas está o decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), editado nesta sexta-feira pelo presidente Michel Temer. 

A paralisação dos caminhoneiros chegou ao sexto dia neste sábado. Na última quinta-feira, o governo federal anunciou acordo com lideranças de algumas associações da categoria, mas várias estradas continuaram obstruídas, ainda que parcialmente.

Devem participar da reunião os ministros Raul Jungmann, da Segurança Pública, Sérgio Etchegoyen, do Gabinete de Segurança Institucional, o general Silva e Luna, da Defesa, e Eliseu Padilha, da Casa Civil. Após a reunião, os ministros devem divulgar, em entrevista coletiva, um balanço das ações.

De acordo com o último balanço feito ontem pelo ministro Raul Jungmann, após o acordo com as lideranças dos caminhoneiros, as interdições diminuíram de 938 para cerca de 500, sendo que em nenhuma das restantes houve interrupção total do trânsito.

Últimas de Brasil