Youtuber conta como estuprou ex-namorada e vídeo gera revolta

Relato foi publicado 7 de março de 2017 no Youtube, mas veio a tona nesta sexta-feira

Por KARILAYN AREIAS

Youtuber conta em vídeo como estuprou namorada -

Rio - O youtuber Everson Henrique de Oliveira, conhecido na Web como Everson Zoio, contou em um vídeo como estuprou a ex-namorada e o relato gerou revolta entre os internautas, nesta sexta-feira. As imagens são de 7 de março de 2017, foram publicados em seu canal no Youtube com o título "O dia que fui dormir com minha ex-namorada na fazenda", mas vieram a tona somente nesta sexta. O assunto está entre os trending topics (assuntos mais comentados) do Twitter e o vídeo foi apagado após a repercussão.  

Segundo Everson, que tem quase 10 milhões de inscritos em seu canal, ele abaixou o short da ex e a penetrou mesmo após a jovem negar querer sexo duas vezes naquela noite. "Nesse dia, eu queria dar umas 'galadas' nela, dar umas furadas. Só que daí, ela estava cansada e falou: 'não vai rolar'. Falei beleza, não vou te forçar porque não sou estuprador, mas mesmo assim suave. Ela estava de pijaminha bem fino, fui abaixando, devagarzinho, sem querer acordar ela e consegui tirar. (...) Só que eu fui empurrando, empurrando e ela não acordava. Fiquei dando umas cutucadas", disse. Ao contar o fato, três meninos que também aparecem no vídeo gargalham. 

A revelação causou revolta nas redes sociais. "Everson Zoio contando para três amigos como estuprou sua ex-namorada é a coisa mais absurda que eu assisti. Não sei o que me choca mais... se é o relato, se é os amigos rindo e achando uma coisa normal, ou se é ele ter postado um vídeo sobre isso", escreveu uma internauta. "Sinceramente não sei o que é mais nojento: o @EversonZoio admitindo um estupro de vulnerável ou esse bando de i**** rindo e apoiando no fundo. Tenho medo do futuro das crianças que tão crescendo assistindo esse tipo de gente", comentou outro. 

Procurada pela reportagem do O DIA, o youtuber informou que vídeo "está fora do contexto" e que nas imagens eles estavam contando piadas. "Apesar de entender que foi uma brincadeira totalmente imatura e de mal gosto, o fato não existiu, foi uma forma totalmente errada de tentar ser engraçado, mas perdi o controle e a situação se tornou agressiva e constrangedora. Não apoio nenhum tipo de violência e opressão contra mulheres ou qualquer pessoa, quem me conhece sabe que sou um cara simples de boa índole, nunca fiz mal pra ninguém e sempre estive do lado do bem. Peço desculpas a todos que foram ofendidos", diz trecho do comunicado.

De acordo com o Código Penal Brasileiro, o estupro é configurado quando se "constrange alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso."

 

 

Últimas de Brasil