Mais Lidas

Ministro diz que 'percebeu erro' sobre pedido de gravação de alunos em execução do hino

Vélez Rodríguez pediu que estudantes fossem gravadas em vídeo após serem perfiladas para cantar o hino nacional; ele também reconheceu erro ao usar slogan de campanha de Bolsonaro em email enviado a todas as escolas do país

Por ESTADÃO CONTEÚDO

JOANA DAR'C o filme sobre a cientista pode ser suspenso após acusações de que tenha usado um diploma falso de pós-doutorado em Harvard
JOANA DAR'C o filme sobre a cientista pode ser suspenso após acusações de que tenha usado um diploma falso de pós-doutorado em Harvard -

Brasília - O ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, afirmou nesta terça-feira que determinou que seu ministério retire de um e-mail enviado nesta segunda-feira a todas as escolas do país o trecho em que pede que crianças sejam gravadas em vídeo após serem perfiladas para cantar o hino nacional. Ele também disse que "percebeu o erro" de inserir o slogan da campanha de Jair Bolsonaro "Brasil acima de tudo. Deus acima de todos" ao final do e-mail.

"Eu percebi o erro. Tirei essa frase (com slogan do governo). Tirei a parte correspondente a filmar crianças sem a autorização dos pais. Evidentemente se alguma coisa for publicada será dentro da lei, com a autorização dos pais. Saiu hoje (terça) de circulação", disse o ministro brevemente a jornalistas.

Houve grande repercussão negativa após a medida ter sido divulgada nesta segunda-feira, inclusive do Movimento Escola Sem Partido.

Vélez Rodríguez se reuniu com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). "Estive com o presidente do Senado, uma pessoa maravilhosa, muito aberta ao diálogo e nós, no ministério, temos como função cuidar da educação do Brasil, ajudar a educação, melhorar, de mãos dadas com nosso representantes no Parlamento", disse após o encontro.

O ministro iniciou participação, no final da manhã, de audiência pública na Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado para apresentar as diretrizes e os programas prioritários de sua pasta. "Será uma honra muito grande participar dessa sessão no Senado", afirmou.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários