Mais Lidas

Casal briga na justiça por cachorro após separação

Mulher exige R$ 2 mil para não dar sumiço em cachorro da ex-companheira

Por MH

Um cão da raça buldogue francês
Um cão da raça buldogue francês -

Goiás - A disputa pelo cachorro de estimação após o fim da união estável entre uma enfermeira e uma zootecnista acabou em ameaças e foi parar na justiça, em Goiás. A buldogue francês Jade estava aos cuidados da enfermeira, que pediu a guarda definitiva após a ex-companheira ameaçar, por telefone e WhatsApp, dar sumiço no animal caso não recebesse R$ 2 mil.

As mulheres estavam juntas desde 2012 e constituiram união estável depois que passaram a morar na mesma casa. Elas se separaram após 6 anos e a zootecnista levou a rottweileir Luma, que elas tinham em casa. Mais tarde, a rottweileir foi doada sem que a enfermeira fosse avisada.

O desembargador Fausto Moreira Diniz concedeu as ações em razão das "posturas aparentemente violentas" da zootecnista e do fato de ela ter se desfeito de "Luma". Seguindo o voto de Diniz, a decisão do colegiado da 6ª Câmara Cível foi unânime.

Além de ficar com a buldogue, a enfermeira conseguiu que a ex-companheira não tenha direito a visitas.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia