Justiça suspende domiciliar de Abdelmassih e ex-médico volta à cadeia

Juíza afirma haver 'graves denúncias que constam deste pedido de providências, apontando indícios de que o sentenciado fez uso de seus conhecimentos médicos para ingerir medicações'

Por Istoé

Roger Abdelmassih
Roger Abdelmassih -

São Paulo - A juíza Andrea Barreira Brandão, da 3ª Vara de Execuções Penais, suspendeu a prisão domiciliar do ex-médico Roger Abdelmassih e o mandou para o Hospital Penitenciário de São Paulo.

A juíza afirma haver "graves denúncias que constam deste pedido de providências, apontando indícios de que o sentenciado fez uso de seus conhecimentos médicos para ingerir medicações que levaram a complicações e descompensações intencionais, a fim de alterar a conclusão da perícia judicial". 

“Necessário se faz que o sentenciado permaneça em ambiente controlado, recebendo seu arsenal terapêutico de forma regular e sob supervisão médica, até a realização de nova perícia judicial”, anotou.

Durante à tarde de hoje a polícia foi ao apartamento de Abdelmassih nos Jardins, em São Paulo, para cumprir o mandado de prisão expedido pela juíza.

Por volta das 18h o ex-médico saiu do Palácio da Polícia, onde foi registrado o Boletim de Boletim de Captura de Procurado e Cumprimento do Mandado de Prisão, e foi levado ao Hospital Penitenciário de Santana, na Zona Norte de São Paulo, de acordo com informações do G1.

 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários