Fernandinho Beira-Mar escreve sobre Jesus Cristo e critica capitalismo em seu TCC

Ele está preso em Mossoró (RN) e vive sob a rotina de isolamento

Por Istoé

Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar
Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar -

Rio - Após mais de 3 mil horas de aulas, Fernandinho Beira-Mar realizou o trabalho de conclusão de curso em teologia nas Faculdades Batista do Paraná. No texto, segundo o UOL, ele reprova a globalização, o consumismo, o capitalismo e ainda analisa Jesus Cristo. O trabalho se transformará em seu primeiro livro, que será vendido em seu site, assim como canecas, capas de celulares e camisetas.

Beira-Mar não compareceu à colação de grau no campus da faculdade, em Curitiba, em agosto do ano passado. Na declaração anexada ao TCC, ele não explicou o motivo da ausência na formatura. Atualmente, ele está preso em Mossoró (RN) e vive sob a rotina de isolamento imposta pelo Regime Disciplinar Diferenciado (RDD). Com o uso de computadores nas unidades prisionais federais, o traficante conseguiu fazer o curso.

Apesar da rotina vigiada, segundo o UOL, Fernandinho continuou à frente do tráfico.  Em maio de 2017, segundo a Polícia Federal, ele estava preso na Penitenciária Federal de Porto Velho, em Rondônia, e usou familiares, advogados e aliados para diversificar a atuação em comunidades de Duque de Caxias (RJ), chegando a ter lucro mensal de R$ 1 milhão.

Em seu TCC, Beira-Mar falava sobre Jesus Cristo. “Era um Homem que levava sua palavra sem se preocupar com estabelecimentos, pregava em montes, praias, cidades e templos, levando o Reino de Deus aos que necessitavam, sem prometer a fortuna na terra, e sim a fé, a caridade e o amor”, escreveu.

Comentários