Mulher chama homens de cornos no WhatsApp e é assassinada a tiros

Ninguém foi preso pelo crime ainda

Por O Dia

Rosália Maia
Rosália Maia -
Paraíba - Uma mulher acabou assassinada na última segunda-feira no município de Brejo do Cruz, no sertão da Paraíba. A polícia desconfia que ela foi vítima de algum homem que se sentiu ofendido, já que tinha prática de enviar áudios para grupos de WhatsApp chamando-os de corno.
Rosália Maia tinha 32 anos e foi morta quando voltava para casa em uma moto. Ninguém foi preso pelo crime ainda, mas a principal hipótese é a de vingança porque ela acabou ganhado muitos inimigos por causa dos áudios.
Numa dessas mensagens, ela afirma que as mulheres de alguns dos homens envolvidos nos grupos estavam traindo seus parceiros e ainda relata detalhes do suposto caso amoroso.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários